Cursos de graduação do campus Varginha da UNIFAL-MG são bem avaliados no Enade

Current Size: 100%

Versão para impressãoEnviar por email
Administração Pública e Ciências Econômicas participaram da edição 2015 do exame

O Ministério da Educação divulgou no dia 08/03, por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), os resultados do Índice Geral de Cursos (IGC) e dos Conceitos Preliminares de Curso (CPC), que incluem a nota do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) aplicado em 2015.

Segundo os indicadores de qualidade da Educação Superior, a UNIFAL-MG obteve nota 4 no IGC, e os cursos de Administração Pública e Ciências Econômicas obtiveram, respectivamente, conceitos 4 e 3, no Enade, em uma escala que vai de 1 a 5, confirmando o bom desempenho dos estudantes.

Considerando um universo de 51 cursos de Administração Pública, de instituições públicas e particulares no país que realizaram o exame, o resultado obtido pelo curso de Administração Pública, posicionou-o em oitavo lugar. “No contexto do estado de Minas Gerais, foi o segundo curso mais bem avaliado, ficando atrás apenas do já tradicional curso da Fundação João Pinheiro (BH), com mais de 40 anos de existência”, ressalta o coordenador do curso, Prof. Adílio Renê Almeida Miranda, enfatizando que essa é a primeira vez que o recém-criado curso de Administração Pública participa do exame.

“Esse resultado vem confirmar o comprometimento de toda equipe de profissionais, sejam docentes ou técnico-administrativos, envolvidos com o curso. Além disso, também é resultado de todo esforço e dedicação dos discentes, vários já egressos, do curso de Administração Pública”, frisou, parabenizando a todos os envolvidos, direta ou indiretamente, por essa conquista.

Em 2015, o MEC avaliou 8.121 cursos de 26 áreas (veja lista) em 2.109 instituições de ensino superior, públicas e privadas. Participaram 447.056 universitários.

Entenda a avaliação do Inep

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira conduz todo o sistema de avaliação de cursos superiores no país, produzindo indicadores e um sistema de informações que subsidia tanto o processo de regulamentação, exercido pelo MEC, como garante transparência dos dados sobre qualidade da educação superior a toda sociedade.

Os instrumentos que subsidiam a produção de indicadores de qualidade e os processos de avaliação de cursos desenvolvidos pelo Inep são o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e as avaliações in loco realizadas pelas comissões de especialistas.

Os conceitos:

  • Conceito Enade (CE) - baseado exclusivamente no resultado da prova que avalia o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação, em relação aos conteúdos programáticos, habilidades e competências adquiridas em sua formação. É feito a partir da análise de dois componentes: uma prova geral, com 10 questões, aplicada para alunos de cursos das áreas que estão sob avaliação. Há ainda uma prova de habilidades específicas, que varia de acordo com o curso.
  • Conceito Preliminar do Curso (CPC) - considera o desempenho dos estudantes no Enade, além de corpo docente, infraestrutura, recursos didático-pedagógicos e demais itens.
  • Índice Geral de Cursos (IGC) - considera uma média ponderada das notas dos cursos de graduação no CPC e da avaliação dos cursos pós-graduação de cada instituição junto a Capes.

Confira o vídeo da tradução desta notícia na íntegra para a Língua de Sinais, feita pelo servidor técnico-administrativo do campus Varginha, Cássio Eduardo Batista Vasconcelos: