"Somos a UNIFAL-MG"

Current Size: 100%

Versão para impressãoEnviar por email
Em encontro com a Reitoria, calouros participam de dinâmica de integração em Alfenas

Os ingressantes aos cursos oferecidos pela UNIFAL-MG em Alfenas participaram de dinâmica de integração promovida pela Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (Prace) no dia 11/04, durante o evento “Encontro da Reitoria e Pró-Reitorias com os Calouros”, o qual fez parte das atividades dos 103 anos da Instituição, comemorados neste mês de abril.

Assim como aconteceu nos campi de Poços de Caldas e Varginha, a acolhida teve por objetivo apresentar as rotinas, os espaços, os projetos e atividades que compõem o ambiente universitário aos novos alunos, visando proporcionar ao ingressante maior integração à vida acadêmica.

Na sede em Alfenas, o encontro foi realizado em dois momentos: pela manhã para os recém-chegados dos cursos de Biomedicina, Biotecnologia, Ciências Biológicas, Ciência da Computação, Enfermagem, Farmácia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Fisioterapia e Geografia; e à noite, para os calouros dos cursos de Ciências Sociais, Física, Geografia (Licenciatura), História, Letras, Pedagogia e Química.

“Nós fazemos com carinho essa recepção da Reitoria para vocês e com vocês, por dois objetivos: nós, da Reitoria, queremos conhecer vocês e é interessante que vocês também conheçam pelo menos um elemento das Pró-Reitorias”, disse a pró-reitora de Assuntos Comunitários e Estudantis, Profa. Maria de Fátima Sant’Anna, durante a abertura.

No início da atividade, Profa. Fátima e sua equipe promoveram uma dinâmica, que contou com a distribuição aleatória de letras entre os calouros que, posteriormente, foram convidados a formarem a frase “Somos a UNIFAL-MG”. No momento da organização, os estudantes perceberam que, para a construção da frase, sobravam algumas letras e faltavam outras. “É exatamente isso que acontece dentro de uma universidade”, explicou a pró-reitora. “Às vezes eu tenho um elemento ou algo sobrando, como eu tenho dois as, dois is e três us aqui. Então às vezes na Universidade, eu tenho que fazer escolhas, eu tenho que fazer seleção. Por exemplo, nós temos seleção de bolsistas para Iniciação Científica, para a Extensão, para os projetos como Pibid, enfim, eu tenho que selecionar, porque há vários candidatos”, exemplificou.

A professora Fátima também falou que às vezes falta algo na universidade, seja da ordem financeira, material ou em recursos humanos. “Faz parte do processo e muitas vezes precisamos lançar mão da criatividade para tentar corrigir essa distorção”, disse, comentando as alternativas que são encontradas para sanar algum problema. “Muitas vezes eu não consigo atender uma demanda e tenho que fazer uma escolha; e às vezes também me falta algo para completar, tanto na administração, quanto na parte acadêmica e estrutural, por isso, precisamos trabalhar em conjunto como fizemos aqui com a construção da frase”, enfatizou.

O encontro contou com a presença da vice-reitora, Profa. Magali Benjamim de Araújo; da pró-reitora de Graduação, Profa. Lana Ermelinda da Silva dos Santos; da pró-reitora de Extensão, Profa. Eliane Garcia Rezende; do pró-reitor adjunto de Pesquisa e Pós-Graduação, Prof. Eduardo Costa de Figueiredo; do pró-reitor de Gestão de Pessoas, Julio Cesar Barbosa; do pró-reitor adjunto de Planejamento, Orçamento e Desenvolvimento Institucional, Lucas Cezar Mendonça e da pró-reitora adjunta de Administração e Finanças, Helena Maria dos Santos Couto. Além das boas-vindas, os dirigentes e representantes das áreas explicaram resumidamente a função dos setores que gerenciam e se colocaram à disposição dos alunos a fim de contribuir para a construção do conhecimento de cada um.

No período da manhã, os calouros, Lucas, do curso de Ciências Biológicas, e Lucas, do curso de Odontologia, compuseram a mesa de honra, representando os demais colegas. À noite, foi a vez de Leonardo, do curso de História, e Júlia, do curso de Ciências Sociais, representarem os ingressantes na mesa de honra.

No encontro noturno, os calouros prestigiaram ainda, a apresentação de integrantes do projeto de extensão Camerata Theophillus, que interpretaram no violoncelo, violino, teclado e voz, temas de filmes consagrados.

Boas-vindas do projeto “CalorUmano”

Os novos estudantes também foram acolhidos pelos veteranos do projeto “CalorUmano”. Mais uma vez, o grupo montou um espaço aconchegante no hall do auditório Prof. Dr. João Leão de Faria, semelhante ao interior de uma casa, em objetos e detalhes, para fazer com que os calouros se sentissem em suas próprias casas. O projeto também convida os ingressantes à reflexão sobre seu papel como universitário e atuação no meio social. A recepção do “CalorUmano”, que tem sido realizada em contrapartida aos trotes, promove o senso crítico dos universitários e a importância de valores como o respeito e o exercício da cidadania.