Universidade Federal de Alfenas      

Histórico

Poços de Caldas destaca-se pela sua inserção no Sul de Minas. Está localizada estrategicamente, com proximidade de grandes centros como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte é uma das regiões mais desenvolvidas do estado de Minas Gerais, possuindo várias cidades de porte médio (população entre 100 mil e 200 mil habitantes) em sua circunvizinhança, como Varginha, Três Corações, Pouso Alegre, Itajubá, Extrema, Camanducaia, Brasópolis.

O Município de Poços de Caldas se destaca também no turismo, como estâncias hidroclimáticas e ainda é cercada por um notável pólo educacional, com três universidades públicas, sendo elas: Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI), Universidade Federal de Lavras (UFLA), Universidade Federal de Alfenas (UNIFALMG).

Na escala hierárquica dos centros urbanos brasileiros, classificados pelo IBGE, Poços de Caldas caracteriza-se como "Capital Regional" em função da centralidade que a cidade desempenha sobre outros municípios da região no processo de distribuição de bens e serviços. Dessa forma, Poços de Caldas polariza diretamente outras 23 pequenas cidades no entorno.

No período 1991-2000, o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) de Poços de Caldas cresceu 8,10%, passando de 0,778 em 1991 e para 0,841 no ano 2000.

A dimensão que mais contribuiu para este crescimento foi a Longevidade com 39,5%, seguida pela Renda com 34,2% e pela Educação com 26,3%. Hoje a expectativa de vida em Poços de Caldas é de 76 anos.

Outro fator importante é a diminuição da mortalidade infantil, passando de 20,70 mortes por mil nascidos vivos, em 1991, para 13,27 por mil nascidos vivos em 2000. Contribuindo ainda mais, a renda do cidadão poço-caldense cresceu 34,2%, elevando o patamar de crescimento do IDH.

No entanto, o destaque da cidade está na Educação. Em 1991, o índice já era considerado de alto desenvolvimento (0,836) e cresceu mais de 26% na última pesquisa (0,886). De acordo com os dados revelados em 2000, a taxa de analfabetismo de Poços de Caldas é de apenas 7,3% entre a população adulta com mais de 25 anos.

Poços de Caldas se destaca também no ranking de responsabilidade social. Depois de Belo Horizonte, Poços de Caldas é o município que apresentou o melhor resultado no Índice Mineiro de Responsabilidade Social. Os dados, obtidos pela Fundação João Pinheiro (FJP) em 2004, mostram, por exemplo, que 99,43% da população da cidade vivia em domicílios com água encanada e banheiro.

Poços de Caldas conta com um bom número de estradas de acesso às principais cidades da Região Sudeste do país e com a capital federal. Quanto ao transporte ferroviário, importante meio de escoamento de produção, também possui ligação com os principais centros urbanos do país, bem como, também é servida do meio de transporte aéreo, com um aeroporto com pista de asfalto de 1.250 metros de Quanto às finanças do município a arrecadação municipal, a arrecadação anual é de cerca de R$ 200.000.000,00 por ano.

Quanto ao Ensino Superior, a cidade de Poços de Caldas conta com duas universidades privadas e com uma Autarquia Municipal de Ensino de Poços de Caldas, parceria com Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG, as quais oferecem diversos cursos.