Linhas de Pesquisa

FÍSICO-QUÍMICA


Cristalografia: determinação estrutural de sólidos cristalinos e amorfos

Nesta linha de pesquisa serão utilizadas técnicas de difração e absorção de raios X, espectroscópicas e de análise térmica no estudo da estrutura de curto, e longo alcance, de materiais cristalinos e amorfos com propriedades elétricas, catalíticas e magnéticas que apresentam propriedades inovadoras e de interesse para aplicações tecnológicas. Nessa linha, ênfase também será dada à utilização de técnicas de engenharia de cristais para a obtenção de monocristais adequados para estudos cristalográficos e espectroscópicos, à Química Supramolecular e ao estudo do polimorfismo em cristais moleculares.

 

Eletroquímica e Eletrocatálise

Esta linha de pesquisa envolve diferentes metodologias na preparação de eletrodos com intuito de estudar os processos eletroquímicos, mecanismos de transferência de carga, eletrocatálise e fenômenos de adsorção, que ocorrem na interface eletrodo/solução. Os eletrodos preparados são caracterizados por técnicas espectroscópicas e microscópicas. Os processos da interface são avaliados por diferentes técnicas eletroquímicas e através da simulação de circuitos equivalentes.

 

Físico-química de macromoléculas

Físico-química de macromoléculas, exemplificando equilíbrio de ligantes, cinética e termodinâmica biológica, estabilidade e mudança conformacional em macromoléculas; Cinética e estabilidade conformacional de enzimas chave em processos celulares e estresse oxidativo; Equilíbrio de ligação e estabilidade termodinâmica de proteínas com produtos naturais e compostos semi-sintéticos; Análise conformacional de oligo e polissacarídios isolados de extratos vegetais, probióticos e prebióticos.

 

Química Teórica e Computacional

O objetivo dessa linha consiste em realizar estudos teóricos para o estudo estrutural de sólidos e líquidos e para determinar propriedades ópticas, elétricas/eletrônicas e magnéticas de diferentes materiais, entre eles: materiais semicondutores, polímeros, fármacos e materiais nanoestruturados utilizando técnicas como Dinâmica Molecular (no esquema Quantum Mechanics/Molecular Mechanics), cálculos quânticos ab initio, semi-empíricos, Monte Carlo, Simulated annealing e "docking" molecular. Nessa linha também será realizado estudos teóricos sobre previsão de polimorfismo em sólidos moleculares.

 

QUÍMICA ANALÍTICA

 

Desenvolvimento e Aplicação de Métodos Analíticos

A linha de pesquisa visa desenvolver e aplicar técnicas analíticas (espectroscópicas, eletroquímicas, cromatográficas, etc) para a determinação de espécies de interesse ambiental, farmacêutico, alimentício e clínico com emprego de diferentes estratégias analíticas, como pré-concentração, clean-up, calibração multivariada, etc, para a obtenção de metodologias mais rápidas, robustas, econômicas, sustentáveis e/ou eficientes.

 

Bioanalítica

Desenvolvimento de métodos analíticos aplicados a amostras de origem biológica. As atividades de pesquisa incluem desde o desenvolvimento de instrumentação para aplicações em Bioanalítica como a elucidação e especiação da composição química em matrizes biológicas, voltados a problemas de proteômica e metabolômica. Esta linha de pesquisa apresenta características interdisciplinares que possibilitará um amplo conhecimento de técnicas analíticas e suas aplicações nas diferentes áreas da ciência.

 

Preparo de Amostras

Avaliar e desenvolver sistemas de preparo de amostras de interesse diversos, como biológico, farmacêutico, alimentos e ambiental, no sentido de minimizar o tempo, erros e consumo de reagentes, bem como as periculosidades envolvidas no processo.

 

Separações

Avaliar e desenvolver metodologias para análise de substâncias químicas por meio de técnicas de Cromatografia Gasosa, Cromatografia Líquida, Eletroforese em Gel (unidimensional e bidimensional) e Eletroforese Capilar em amostras de interesse farmacêutico, biológico, ambiental e alimentício.

 

Espectrometria

Aplicação das técnicas espectrométricas, como Absorção Molecular no UV-Vis, Absorção Atômica, Infravermelho Médio e Próximo, Raman e Massas, para análise (simultânea e/ou de especiação) de espécies de interesse químico, em amostras de origem clínica, biológica, farmacêutica e ambiental.

 

Eletroanalítica

Esta linha de pesquisa compreende a preparação e aplicação de eletrodos no desenvolvimento de sensores eletroquímicos para espécies metálicas e compostos orgânicos de amostras de interesse ambiental, farmacêutico, e alimentício.

 

QUÍMICA INORGÂNICA


Química de coordenação

Esta linha de pesquisa envolverá a síntese e a caracterização de novos compostos inorgânicos com propriedades de interesse para a sociedade, como exemplo, propriedades farmacológicas e catalíticas. Na caracterização destas novas espécies químicas inorgânicas serão utilizadas técnicas espectroscópicas de infravermelho e UV-Visível, bem como técnicas de RMN multinuclear, análise elementar (C,H,N), análise térmica, difratometria de raios X de monocristal e pelo método do pó.

 

Química de Materiais

Nesta linha de pesquisa serão preparados novos materiais amorfos e cerâmicos que apresentam propriedades inovadoras e de interesse para aplicações tecnológicas. Uma atenção especial será dada à preparação e caracterização de materiais ferroelétricos, vidros e vitrocerâmicas e nanomateriais. As propriedades elétricas e espectroscópicas de lantanídeos incorporados em materiais também serão investigadas.

 

Química Bioinorgânica

Nesta linha de pesquisa serão preparados novos compostos inorgânicos que possam apresentar atividades biológica interessante para atuação com fármaco. As metodologias de preparação serão planejadas para obtenção do composto ativo, o qual será caracterizado quanto às suas propriedades químicas, físicas estruturais e biológicas.

 

QUÍMICA ORGÂNICA
 

Química de Produtos Naturais

Visa o estudo químico-biológico de produtos naturais através da purificação, utilizando sistemas cromatográficos e identificação estrutural por meio de técnicas espectroscópicas e espectrométricas de ressonância magnética nuclear, no infravermelho, no ultravioleta/visível, espectrometria de massas, além da avaliação da atividade biológica de extratos, substâncias puras e de derivados semi-sintéticos visando o estudo de relação estrutura-atividade e à otimização de substâncias-líderes.

 

Química Medicinal

A pesquisa em Química Medicinal enfoca o planejamento, síntese e a avaliação farmacológica e bioquímica de novos compostos ativos com propriedades analgésicas não-opioides, anti-inflamatórios, antitrombóticos, antimicrobianos e inibidores de acetilcolinesterase, candidatos a novos protótipos de candidatos a fármacos potencialmente úteis no tratamento da dor, da inflamação, de doenças neurodegenerativas e infecciosas. Para tanto, são utilizadas e aprimoradas técnicas modernas de desenho molecular como a hibridação molecular, o planejamento baseado em estudos computacionais, a modificação racional de protótipos naturais ou sintéticos ativos conhecidos e otimização de novas moléculas líderes, buscando novos candidatos a fármacos ativos, seletivos e que representem inovação terapêutica.