Unifal comemora 102 anos

Originalmente conhecida como Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas (EFOA), foi fundada no dia 3 de abril de 1914, por um grupo de idealistas liderados por João Leão de Faria e formado por: Armando de Almeida Magalhães, Nicolau Coutinho e José da Silveira Barroso, com a implantação do Curso de Farmácia e, no ano seguinte, do Curso de Odontologia.

A EFOA foi reconhecida pela Lei Estadual nº 657, de 11 de setembro de 1915, do Governo do Estado de Minas Gerais. Sua primeira diretoria eleita foi composta por João Leão de Faria, diretor, Armando de Almeida Magalhães, vice-diretor, Nicolau Coutinho, tesoureiro e José da Silveira Barroso, secretário. Em 11 de setembro de 1916, foi criada a biblioteca com doações angariadas por uma comissão de alunos. João Leão de Faria, foi diretor desta escola, desde a fundação até 1933, quando, apesar de inúmeros apelos contrários, renunciou a este cargo.

O reconhecimento, através do Ministro da Educação e Saúde, foi previsto no artigo 26 do Decreto 19.851 e, em 23 de março de 1932, foi aprovado o novo regulamento enquadrando-a nas disposições das leis federais. No dia 18 de dezembro de 1960, através da Lei nº 3.854, a Escola foi federalizada, estando sua direção a cargo de Paulo Passos da Silveira.

A transformação em autarquia de regime especial efetivou-se através do Decreto nº 70.686, de 7 de junho de 1972.

A transformação em autarquia favoreceu a implantação do curso de Enfermagem e Obstetrícia, autorizado pelo Parecer n.º 3.246, de 5 de outubro de 1976 e Decreto n.º 78.949, de 15 de dezembro de 1976 e reconhecido pelo Parecer do CFE n.º 1.484/79, Portaria MEC n.º 1.224, de 18 de dezembro de 1979. A criação do curso de Enfermagem e Obstetrícia atendia, nessa época, à política governamental de suprimento das necessidades de trabalho especializado na área de saúde.

Em 1999 foram implantados os Cursos de Nutrição, Ciências Biológicas (Bacharelado e Licenciatura) e a Modalidade Fármacos e Medicamentos, autorizados pela Portaria do MEC 1.202 de 3 de agosto de 1999, com início de funcionamento em 2000.

A mudança para Centro Universitário Federal (EFOA/Ceufe) ocorreu em 1º de outubro de 2001 pela Portaria/MEC nº 2.101.

Para atender as exigências legais das diretrizes curriculares, o Curso de Ciências Biológicas foi desmembrado originando os Cursos de Ciências Biológicas (Licenciatura) com início de funcionamento em 2002/2 pela Resolução 005/2002 do Conselho Superior da Unifal-MG de 12 de abril de 2002 e Ciências Biológicas (Bacharelado) em 2003/1 pela Portaria do MEC 1202 de 3 de agosto de 1999.

Em 2003 iniciou-se o Curso de Bacharelado em Química pela Resolução 002/2003 do Conselho Superior da então EFOA/Ceufe de 13 de março de 2003.

Em agosto de 2005 foi transformada em Universidade Federal de Alfenas (Unifal-MG) pela Lei 11.154, propicia a implantação de vários cursos: Física, Matemática e Química (licenciatura), Geografia (Licenciatura), Geografia (Bacharelado), Biotecnologia, Ciência da Computação, Pedagogia e as modalidades Ciências Ambientais para o Curso de Ciências Biológicas.

Segue programação comemorativa dos 102 anos da Unifal:

domingo, 3 Abril, 2016 - 08:00
Imagem: