Histórico

A Ouvidoria Universitária surgiu no Brasil em 1992, na Universidade Federal do Espírito Santo. Em 2001, o país já contava com 28 ouvidorias. Na Universidade Federal de Alfenas, foi criada como órgão suplementar da Reitoria pela Resolução nº 004 (Cap V, Art. 22) de 09 de abril de 2010, do Conselho Superior. O Magnífico Reitor prof. Paulo Márcio de Faria e Silva, por meio da Portaria n° 524 de 28 de abril de 2010, nomeou como Ouvidor o prof. Geraldo Alves da Silva que iniciou os trabalhos para a implantação e funcionamento da Ouvidoria.
O site e o formulário eletrônico ficaram sob a responsabilidade de Eliara Maria Tavares, TAE do Núcleo de Tecnologia de Informação, que desenvolveu com dedicação e competência a proposta apresentada pela Ouvidoria. Durante esse tempo, o Regimento Interno foi proposto em parceria com a Procuradoria Jurídica e a Reitoria.
No dia 23 de setembro de 2010, a Ouvidoria iniciou seus trabalhos por meio do atendimento online. No final de 2010 já constavam 43 manifestações, chegando a 88 manifestações em fevereiro de 2011, quando foi inaugurada a sala da Ouvidoria para atendimento aos públicos interno e externo. Dessa forma, a Ouvidoria ficou localizada no prédio O - Sala 410A, próximo à Procuradoria Jurídica, à Auditoria Interna e ao NIPI.
A Ouvidoria filia-se ABO-MG - Associação Brasileira de Ouvidores/Ombudsman - Seção Minas Gerais, tornando-se assim Sócio Efetivo, ou seja, aquele que exerce, por pelo menos 1 (um) ano, ininterruptamente, ou exerce as funções de Ouvidor/Ombudsman tanto na administração pública como na área privada, desde a sua efetivação na função.
O Conselho Universitário, sob a presidência do prof. Paulo Márcio de Faria e Silva, decide na 23a Reunião de 28 de abril de 2011, aprovar o Regimento Interno da da Ouvidoria através da Resolução n° 024/2011.
Procurando melhorar seus serviços e atendendo à solicitação do prof. Tomás Dias Sant´Ana, Pró-Reitor de Planejamento, Orçamento e Desenvolvimento Instituicional, em 01 de setembro de 2011, a Ouvidoria é transferida para a sala O-409C, onde começa a oferecer os serviços de secretaria sob a responsabilidade do servidor Márcio Silva. Nesta sala também funcionará a CPPD (Comissão Permanente de Pessoal Docente), sob a presidência da profa. Denise Aparecida Corrêa Moreira.
Em setembro de 2011, a Ouvidoria participa do treinamento para o novo sistema de protocolo implantado na Unifal-MG, ministrado pelo Técnico do NTI, Gustavo Ferreira Afonso.
No mês de outubro de 2011, atendendo à solicitação da Ouvidoria, o NTI faz a adequação do sistema de envio e acompanhamento de manifestações. Esse procedimento permitiu encaminhar para o e-mail do manifestante a descrição cronológica dos encaminhamentos. Essas e outras informações também poderão ser acessadas no site da Ouvidoria por meio do número de protocolo da manifestação.