Egressos

Menssagem de erro

Notice: Undefined offset: 1 em counter_get_browser() (linha 70 de /server/www/ppgca/sites/all/modules/counter/counter.lib.inc).

              Apesar do pouco tempo de funcionamento o Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Tecnologia Ambiental já conquistou visibilidade e reconhecimento. No 1º processo seletivo (2010/02) houve 19 inscritos, dos quais 6 ingressaram no Programa. Na seleção realizada em 2013/01, houve 44 inscritos, 23 aprovados, representando um aumento significativo no interesse e procura pelo Programa. O programa tem mantido uma média de entrada semestral em torno de 10 discentes.

             Os orientadores do Programa também amadureceram desde que a proposta foi aprovada pela Capes. Nesse meio tempo, novos artigos foram publicados e novos Projetos de Pesquisa foram aprovados com financiamento, o que pode averiguado na produção e na captação de auxílios financeiros (recursos); muitos desses projetos com importância nacional. Com o  crescimento observado os reflexos na qualidade do Programa estão visíveis. O apoio da própria Universidade neste sentido tem sido fundamental. Apostando em seus cursos, tem fortalecido o Setor de Pesquisa e Pós-Graduação com a construção de prédios, salas de aula e laboratórios exclusivos, além de pessoal de apoio técnico e de secretaria. Estão sendo realizados investimentos em infra-estrutura, modernização informática e de gestão de informações, além de concorrer nos editais em busca de mais financiamentos. Isso mostra compromisso e confiança depositados neste e em outros Programas da Instituição, o que dá respaldo ao corpo docente e para a tendência de crescimento que se tem observado.

              Os egressos do PPGCA, tem se encaixado nos diversos setores da sociedade, sendo a formação recebida no programa um aporte de conhecimento para o exercício da vida profissional dos mesmos. Os Discentes egressos têm atuado nas áreas de ensino de graduação e ensino básico, em projetos ambientais de empresas, prestando assessoria na área ambiental, em empresas de pesquisa da área de Ciências Ambientais, bem como na de empreendedorismo relacionados ao uso e monitoramento dos recursos naturais renováveis e conservação de recursos florestais.