Convite Internacional

Ao meio: Profa. Dra. Raquel Lopes; à direita: Prof. Dr. Rômulo Dias Novaes; à esquerda: Profa. Dra. Eva Burger (Crédito da imagem: arquivo pessoal Profa. Dra. Lívia Paranaíba)

 

Pesquisadora da UNIFAL-MG recebe convite internacional para apresentar pesquisa em congresso de microbiologia clínica em Kyoto, Japão.

 

Membro permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas da UNIFAL-MG, Profa. Dra. Raquel Martins Souza recebeu o convite para participar da 3rd International Conference on Medical and Clinical Microbiology no Japão, após a publicação do artigo intitulado “Impact of Paracoccidioides brasiliensis Coinfection on the Evolution of Schistosoma mansoni-Induced Granulomatous Liver Injury in Mice”, com co-autoria do Prof. Dr. Rômulo Dias Novaes e Profa. Dra. Eva Burger, na revista científica Biomedical Research International que possui Qualis A2 da CAPES.

Profa. Raquel trabalha na área de parasitologia com foco em S. mansoni e desenvolve na região um estudo junto a trabalhadores rurais e imigrantes, que vem sazonalmente de regiões endêmicas para esquistossomose (norte de Minas Gerais e nordeste do país) especialmente pela alta procura de mão de obra na agricultura no sul de Minas Gerais. Sabendo-se que Alfenas e região são áreas endêmicas para paracoccidioidomicose tal fato despertou interesse da pesquisadora em estudar a interação entre os dois parasitos.

Durante os estudos realizados experimentalmente em camundongos foi observado que os granulomas esquistossomóticos, desenvolvidos durante a coinfecção dos parasitos, se apresentaram em estágios mais produtivos e mais organizados, propiciando maior área de destruição tecidual e fibrose no fígado e, consequentemente, um maior comprometimento do funcionamento do sistema porta hepático.

Além disso, é importante ressaltar que não existe atualmente nenhum medicamento específico para coinfecções e não se conhece o efeito do medicamento utilizado para tratamento do fungo P. brasiliensis sobre o S. mansoni e vice-versa. Atualmente, existem medicamentos apenas para o tratamento de infecções únicas para cada agente infeccioso, o que chama atenção dos pesquisadores e da comunidade científica para o estudo de novos fármacos que possam ser utilizados para um tratamento simultâneo.

O convite para a Dra. Raquel veio através da comissão organizadora do evento, sediado este ano no Japão, que após a análise do artigo publicado na revista Biomedical Research International reconheceu a importância do estudo e convidou a pesquisadora da UNIFAL-MG a apresentar-se e discutir seu artigo.

A Profa. Raquel comenta ainda que há muito a ser pesquisado a respeito desta questão e que gostaria muito de continuar com o projeto e a linha de pesquisa, analisando outros órgãos que poderiam ser afetados, assim como possíveis tratamentos para a coinfecção.

 

 

 

 

Matheus Pereira de Araújo 

Matheus Pereira de Araújo

 

 

 

 

 

 

 

 

Artigo Impact of Paracoccidioides brasiliensis Coinfection on the Evolution of Schistosoma mansoni-Induced Granulomatous Liver Injury in Mice

 

 Aluna Ana Carolina Silvério Cerqueira Mendes ao lado da Professora Eva Burguer