Seleção e Ingresso 2022

>>EDITAL 04/2022 - Processo seletivo de candidatos para o Mestrado em História Ibérica - CLIQUE AQUI

 

>>Inscrições Online no período 01/02 a 04/03/2022CLIQUE AQUI

 

OBS: No caso dos seguintes documentos (Cópia autenticada do Diploma, o Pré-projeto e o Currículo Lattes), inseri-los no link de inscrição acima citado.

 

E o Comprovante de Inscrição não é necessário encaminhar, apenas imprimir e apresentar para a Comissão de Seleção no dia da Entrevista, via internet (plataforma Google Meet).

 

A-  Não disponibilizaremos modelo para a elaboração do Pré-projeto, sendo essa tarefa de inteira responsabilidade do(a) candidato(a), seguindo as orientações prescritas no Edital.

B- Até o momento, não há confirmação se as aulas acontecerão presencialmente ou na modalidade de ensino remoto. Favor verificar a página do PPGHI periodicamente, a secretaria divulgará as informações a respeito em março de 2022.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ETAPA 1

Resultado da Etapa 1 - análise do pré-projeto do Edital 04/2022 - CLIQUE AQUI

Cronograma de entrevista com os(as) candidatos(as) inscritos(as) no Edital 04/2022 - CLIQUE AQUI

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ETAPA 2 

Resultado dos(as) aprovados(as) na entrevista do Edital 04/2022 - CLIQUE AQUI

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ETAPA 3 

Resultado dos(as) aprovados(as), no análise do currículo lattes - Edital 04/2022 - CLIQUE AQUI

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

RESULTADO FINAL

Resultado final dos(as) aprovados(as) inscritos(as) no Edital 04/2022 - CLIQUE AQUI

 

AVISO: Hoje no dia 16/03/22, os(as) aprovados(as) foram convocados(as) por e-mail para realizarem a matrícula online no departamento DRGCA, reiterando que o envio das documentações para a matrícula online será, nos dias 21/03 e 22/03/2022.

 

Documentações para a realização da matrícula online no departamento DRGCA - CLIQUE AQUI

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Bibliografia indicada: Edital 04/2022 PPGHI

ALMEIDA, Néri de Barros. Um destino em crise. A inserção social e institucional dos estudos de História Medieval. Revista Chilena de Estudios Medievales, n. 11, p. 96-11, 2017. Disponível em: http://revistas.ugm.cl/index.php/rcem/article/view/80/115. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

BARBOSA, Muryatan Santana. A perspectiva africana na História Geral da África (Unesco). Tempo, Niterói, v. 24, n. 3, p. 400-421, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/tem/v24n3/1980-542X-tem-24-03-400.pdf. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

BARROS, José D’Assunção. Seis desafios para a historiografia do novo milênio. Cadernos de História, Belo Horizonte, v. 20, n. 33, p. 248-292, 2020. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoshistoria/article/view/21827/17061. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

BOMENY, Helena. Infidelidades eletivas: intelectuais e política. In: BOMENY, Helena (org.). Constelação Capanema: intelectuais e política. Rio de Janeiro: Ed. FGV; Bragança Paulista: EDUSF, 2001. p. 11-35. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/6757/1224.pdf. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

CHARTIER, Roger. El pasado en el presente: literatura, memoria e historia. Co-herencia, Medellín, v. 4, n. 7, p. 1-23, 2007. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/774/77413255006.pdf. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

DEPLAGNE, Luciana Calado. A contribuição dos escritos de mulheres medievais para um pensamento decolonial sobre Idade Média. Signum, v. 20, n. 2, p. 24-56, 2019. Disponível em: http://www.abrem.org.br/revistas/index.php/signum/article/view/503/425. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

FARIA, Marcos Roberto de. A organização de um corpo disperso uma análise da atividade jesuítica em terras brasílicas (1583). Rev. Bras. Educ. 2014, v.19, n.57, p.417-440. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-24782014000200008&script=sci_abstract&tlng=pt . Acesso em: 03 fev.2021.

 

FRIGUETTO, Renan. A Hispania Visigoda (séculos VI-VII) e a Antiguidade Tardia: algumas considerações. Revista Territórios & Fronteiras, Cuiabá, v. 6, n. 1, p. 63- 96, 2013. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=4807414 . Acesso em: 03 fev. 2021.

 

GIMENES, José Carlos. A presença do imaginário medieval no Brasil colonial: descrições dos viajantes. Acta Scientiarum Human and Social Sciences v 23. n. 1. p. 207-213. Disponivel em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciHumanSocSci/article/view/2796/1901 Acesso em: 03.fev.2021.

 

GOMES, Marco. O lado feminino da Revolução dos Cravos. Storia e Futuro - Rivista di Storia e Storiografia On-line, Coimbra, n. 52, 2014. Disponível em: http://storiaefuturo.eu/lado-feminino-revolucao-dos-cravos/. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

GOUVÊA, Maria de Fátima Silva, FRAZÃO, Gabriel Almeida & SANTOS, Marília Nogueira. Redes de poder e conhecimento na governação do Império Português, 1688-1735. Topoi, Rio de Janeiro, v. 5, 

n. 8, p. 96-137. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/topoi/v5n8/2237-101X-topoi-5-08-00096.pdf . Acesso em 03 fev.2021.

 

GRUZINSKI, Serge. Os mundos misturados da monarquia católica e outras connected histories. Topoi, Rio de Janeiro, v. 2, n. 2, p. 175-195, 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/topoi/v2n2/2237-101X-topoi-2-02-00175.pdf. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

HERNANDES, Paulo Romualdo. A Companhia de Jesus no século XVI e o Brasil. Revista Histedbr on-line. Campinas. v.10.n.40.2010. p. 222-244. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639816/7379 . Acesso em: 03 fev.2021.

 

IGGERS, Georg. Desafios do século XXI à historiografia. História da Historiografia: International Journal of Theory and History of Historiography, Ouro Preto, v. 3, n. 4, p. 105-124, 2010. Disponível em: em: https://www.historiadahistoriografia.com.br/revista/article/view/139. Acesso em: 19 dez. 2021.

 

MARQUESE, Rafael de Bivar; PARRON, Tâmis Peixoto. Internacional escravista: a política da Segunda Escravidão. Topoi, Rio de Janeiro, v. 12, n. 23, jul.-dez. 2011, p. 97-117. Disponível em: https://www.scielo.br/j/topoi/a/WrGBYmrDBXfPS3S4HTr558L/?lang=pt. Acesso em: 21 dez. 2021.

 

MARTINHO, Francisco Carlos Palomanes. O Pensamento Autoritário no Estado Novo Português: algumas interpretações. Locus: Revista de História, Juiz de Fora, v. 13, n. 2, p. 11-30, 2007. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/locus/article/view/20162/10742. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

MATOS, Sérgio Campos. Iberismos e hispanismos entre história e política: tempos e escalas. In: MATOS, Sérgio Campos; CHORÃO, Luís Bigotte (coord.). Península Ibérica: nações e transnacionalidade entre dois séculos (XIX e XX). Vila Nova de Famalicão: Húmus/Centro de História, 2017. p. 155-173. Disponível em: https://www.academia.edu/42848043/IBERISMOS_E_HISPANISMOS_ENTRE_HIST%C3%93RIA_E_POL%C3%8DTICA_TEMPOS_E_ESCALAS. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

MONTEIRO, Ana Maria Ferreira da Costa; PENNA, Fernando de Araujo. Ensino de História: saberes em lugar de fronteira. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 36, n. 1, p. 191-211, 2011. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/15080/11518. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

PRADO, Maria Ligia Coelho. América Latina: História Comparada, Histórias Conectadas, História Transnacional. Anuario de la Escuela de Historia, Rosario, n. 24, p. 9-22, 2013. Disponível em: https://anuariodehistoria.unr.edu.ar/index.php/Anuario/article/view/95/95. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

SANTOS, Pedro Afonso Cristovão dos; NICODEMO, Thiago Lima; PEREIRA, Mateus Henrique de Faria. Historiografias periféricas em perspectiva global ou transnacional: eurocentrismo em questão. Estudos Históricos, v. 30, n. 60, p. 161-186, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/eh/v30n60/0103-2186-eh-30-60-0161.pdf. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

SILVEIRA, Aline Dias da. Europeização e/ou africanização da Espanha Medieval: diversidade e unidade cultural européia em debate. História, Franca, v. 28, n. 2, p. 645-658, 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/his/v28n2/22.pdf. Acesso em: 28 jan. 2021.

SCHWARTZ, Stuart B. A historiografia dos primeiros tempos do Brasil Moderno. Tendências e desafios das duas últimas décadas. História: Questões & Debates, Curitiba, n. 50, p. 175-216, 2009. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/historia/article/view/15675/10416. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

ZINANI, Cecil Jeanine Albert. Literatura e história na América Latina: representações de gênero. MÉTIS: história & cultura, Caxias do Sul, v. 5, n. 9, p. 253-270, 2006. Disponível em: http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/metis/article/view/792/556. Acesso em: 28 jan. 2021.

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------