INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA

A Iniciação Científica e Tecnólogia é uma modalidade de pesquisa desenvolvida por alunos de graduação nas universidades brasileiras em diversas áreas do conhecimento. Em geral, os estudantes que se dedicam a esta atividade possuem pouca ou nenhuma experiência em trabalhos ligados à pesquisa científica e tecnológica (daí o caráter de "iniciação") e representam o seu primeiro contato com tal prática. Os alunos desenvolvem esta atividade acompanhados por um professor orientador, ligado a alguma unidade acadêmica da instituição onde estuda. Nesta etapa da prática universitária, o estudante-pesquisador exerce os primeiros momentos da pesquisa acadêmica, como a escrita acadêmica, a apresentação de resultados em eventos, a sistematização de ideias, a sistematização de referenciais teóricos, a síntese de observações ou experiências, a elaboração de relatórios e demais atividades envolvendo o ofício de pesquisador.

 
Programas de Iniciação Científica e Tecnológica com Bolsa

As principais agências financiadoras de projetos de iniciação científica e tecnológica no Brasil (por meio do oferecimento de bolsas anuais de incentivo à pesquisa) são o CNPq (em nível federal, através de seus Programas Institucionais de Bolsas de Iniciação Científica, o PIBIC e o PIBITI) e as agências estaduais de fomento à pesquisa, como a FAPEMIG. O valor mensal da bolsa de Iniciação Científica é de R$ 400,00.

Iniciação Científica com Bolsa

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do CNPq – PIBIC/CNPq (70 bolsas)

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e Tecnológica da FAPEMIG – PIBICT/FAPEMIG (100 bolsas)

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da UNIFAL-MG – PROBIC/UNIFAL (30 bolsas)

Iniciação Tecnológica com Bolsa

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação do CNPq – PIBITI/CNPq (9 bolsas)

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica da UNIFAL-MG – PROBIC/UNIFAL (10 bolsas)

 

Iniciação Cientifica Voluntária

Há ainda a modalidade de Iniciação Científica Voluntária. Nessa modalidade não há concessão de bolsas para os discentes envolvidos no projeto. Para a apresentação de projetos nesta modalidade, o docente deverá submeter propostas mediante editais publicados pela PRPPG, contendo a modalidade PIVIC.

 

Iniciação Cientifica Junior

O Ministério da Educação (MEC) vem dando especial ênfase ao ensino da ciência no Ensino Médio. Por meio de seu Departamento de Políticas de Ensino Médio está sendo implementado um Plano de Educação para a Ciência que visa incorporar efetivamente a prática e a reflexão científicas na vida escolar e social de adolescentes, jovens e adultos. Hoje são oferecidas bolsas BIC JR - FAPEMIG (30 bolsas) e PIBIC-EM/CNPq (30 bolsas).