Sites com acervo de documentos históricos

Aqui você encontra informações sobre outros sítios eletrônicos que disponibilizam acervos de documentos históricos, livros e artigos digitalizados ou dados de acervos físicos para pesquisa remota. São ambientes que disponibilizam materiais tanto para o ensino quanto para a pesquisa em História.


Explore a Biblioteca Nacional Digital do Brasil, que tem um vastíssimo acervo de livros e documentos históricos, além de artigos, dossiês e hemeroteca digital. É rico em material de pesquisa também a página dos Anais da Biblioteca Nacional, que oferece os volumes dos anos de 1876 a 2001 digitalizados.


Está procurando documentos históricos sobre Portugal, Brasil e antigos domínios lusos na Ásia e na África? Conheça a Biblioteca Nacional Digital de Portugal, sítio eletrônico que disponibiliza inúmeras fontes digitalizadas.


A Biblioteca Digital Luso-Brasileira é um portal que permite o acesso a um vasto acervo de documentos históricos (fontes escritas e imagéticas) e periódicos disponibilizados por diversos centros de documentação do Brasil e de Portugal. É um local indispensável para nossas pesquisas em História.


O sítio eletrônico da Biblioteca Nacional da França tem muitas sessões voltadas à pesquisa em História. A de Arquivos e Manuscritos, por exemplo, disponibiliza o acesso a um rico acervo de fontes escritas, iconográficas, audiovisuais e musicais da Idade Antiga, Idade Média, Idade Moderna e Idade Contemporânea da história da França. Há também a Gallica, sessão com documentos de cunho artístico, científico, geográfico, econômico, literário e histórico não só da França, mas também de vários países da América, Ásia e África.


Conheça também a Biblioteca Digital Mundial, um projeto da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos da América em parceria com a ONU e UNESCO. Nela é possível acessar mais de 17 mil itens (fontes históricas) e mapas interativos relativos a diversas civilizações e 193 países. Os documentos datam de 8000 a.C. até o ano 2000.


O site do Arquivo Nacional brasileiro permite a consulta ao seu acervo físico e também oferece exposições virtuais com acervos imagéticos riquíssimos sobre a nossa história.


Navegue pelo site do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB). Na sessão “Pesquisa” há um rico acervo digitalizado de documentos textuais e iconográficos sobre a história do Brasil Colonial e Imperial. Também é possível consultar o acervo físico da biblioteca, hemeroteca e da mapoteca do IHGB. Na sessão “Publicações” podemos acessar os títulos da Revista do Instituto História e Geográfico Brasileiro.


Conheça o site da Biblioteca do Senado Federal brasileiro, que permite a consulta ao seu acervo. Ele é composto, entre outros, por livros, revistas, jornais e obras raras. Boa parte do acervo pode ser acessado na Biblioteca Digital do Senado Federal, que disponibiliza também o acesso a constituições, estatutos, códigos e normas do nosso país.


No sítio eletrônico da Câmara dos Deputados é possível acessar a legislação brasileira da época do Império e da República. Entre os muitos documentos históricos lá disponíveis está, por exemplo, a Lei de 15 de outubro de 1827, que ordena a criação de escolas no Brasil.


No site do Arquivo Público do Estado de São Paulo há o Repositório Digital, onde encontramos álbuns, fotografias, periódicos, livros, jornais, revistas, mapas e muitos outros documentos históricos importantes. No mesmo site é possível acessar o acervo do Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo (DEOPS-SP), que traz documentos da Ditadura Civil-Militar brasileira.


O Arquivo Público Mineiro disponibiliza em seu site a consulta remota ao seu acervo físico e também acesso a documentos digitalizados.


Seu tema de estudo é a Inconfidência mineira? O Portal da Inconfidência, site criado pela Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais, disponibiliza os 11 volumes dos Autos da Devassa. Além desse importante documento histórico, o portal também divulga títulos de teses, dissertações e livros que versam sobre a Inconfidência mineira.


A Biblioteca Digital Curt Nimuendajú disponibiliza livros raros, artigos, dissertações e teses sobre línguas e culturas indígenas sul-americanas, um rico acervo para historiadores e professores interessados nessas temáticas.


      A Brasiliana Eletrônica disponibiliza um acervo de 415 títulos publicados pela Companhia Editora Nacional no período de 1931 a 1993. Entre eles há coleções de fontes históricas, como o livro organizado por Serafim Leite intitulado “Novas cartas jesuíticas: de Nóbrega a Vieira”, de 1940.


Conheça o acervo da Fundação Carlos Chaga sobre História da Educação e da Infância. Nele é possível acessar documentos históricos textuais e imagéticos, bem como resultados de pesquisas sobre a infância e sua educação.


Além de legislações, há inúmeros documentos históricos do governo brasileiro no Center for Research Libraries. No mesmo site encontramos acesso para a página do Hartness Guide to Statistical Information, um guia riquíssimo de informações estatísticas sobre as Províncias brasileiras da época imperial do período entre 1830 e 1889, material compilado por Ann Hartness. Também é possível acessar na página Provincial Presidential Reports (1830-1930), que contém relatórios de Presidentes de Província e de ministérios da época do Império e da Primeira República.


Está procurando jornais e revistas antigas? Nos sites abaixo você encontra acervos de vários títulos da mídia brasileira:

 

 

O Estado de São Paulo (Estadão): http://acervo.estadao.com.br

Folha de São Paulo: http://acervo.folha.uol.com.br

Veja: http://veja.abril.com.br/complemento/acervodigital/index-novo-acervo.html

Jornal do Brasil: https://news.google.com/newspapers?nid=0qX8s2k1IRwC&dat=19920614&b_mode=2&hl=pt-BR


Na Biblioteca Terra Livre você encontra um rico acervo de jornais operários e anarquistas digitalizado.

 


Na hemeroteca da Biblioteca Digital da Unesp você também encontra um rico acervo de diversos títulos de periódicos paulistas, inclusive publicações de pensamento libertário nacional e internacional do século XX. Não esqueça de visitar também a hemeroteca digital da Biblioteca Nacional Digital do Brasil que já indicamos acima.


Na Brasiliana Fotrográfica Digital é possível acessar um vasto acervo de fotografias sobre o Brasil que têm reconhecido valor histórico, artístico e cultural. O sítio eletrônico nasceu da parceria entre a Fundação Biblioteca Nacional (Brasil) e do Instituto Moreira Salles. Nas coleções do acervo encontra-se, por exemplo, imagens sobre a escravidão no Brasil no século XIX.


Conheça o Slave Voyages, ou também Banco de Dados do Tráfico Transatlântico de Escravos, projeto resultante da parceria entre universidades brasileiras e estrangeiras e que disponibiliza informações, documentos, mapas, fontes históricas (imagens), materiais educativos e ferramentas interativas sobre o tráfico transatlântico de escravos. No sítio eletrônico estão disponíveis três acervos: banco de dados de aproximadamente 36 mil viagens, estimativas referentes ao tráfico de escravos e banco de dados de nomes africanos.


Outro site importante sobre o tema é o African Origins. Com base no banco de dados do Slave Voyages, o sítio eletrônico contém informações sobre as origens africanas de pessoas que foram libertadas do tráfico africano no período em que a Inglaterra combateu esta atividade.


O Family Search é um portal criado e mantido por uma entidade religiosa e dedicado à pesquisa genealógica. Por isso mesmo, nele é possível encontrar uma vasta documentação paroquial dos séculos XVIII, XIX e XX de grande parte do Brasil. É também uma importante fonte de documentos sobre a imigração em nosso país, porque disponibiliza cópias de documentos originais de imigração que podem ser usados tanto na pesquisa histórica quanto em processos de solicitação de cidadania em países como a Itália.


No site do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC), da Fundação Getúlio Vargas, há a página Acervo que contém arquivos pessoais, além de entrevistas (acervo de história oral), artigos e verbetes do Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro (DHBB), ou seja, há muita informação e material sobre a história do Brasil contemporâneo.


Seu tema de estudo é a Revolução Francesa? Visite essa sessão da Wikimedia Commons que tem um vasto acervo de caricaturas produzidas na França durante o processo revolucionário do século XVIII.