O curso

Estamos felizes em apresentar, em 2021, a pós-graduação lato sensu Educação para Sustentabilidade – Gaia Education (ESGE).

Baseada no programa online completo Gaia GEDS, a pós é fruto de uma parceria entre o Gaia Education, instituição sediada na Escócia e reconhecida internacionalmente por seu expertise em programas formativos voltados para a Sustentabilidade, e a Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG), sediada no sul de Minas Gerais (Brasil). O curso, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), oferece aos alunos concluintes o título de especialista em “Educação para Sustentabilidade – Gaia Education”.

A novidade atende a uma demanda constante por acreditação acadêmica na área da Sustentabilidade, possibilitando que os participantes sejam formalmente titulados como “especialistas”. Isso valoriza o currículo profissional dos alunos e favorece o reconhecimento, pelo mercado de trabalho e pela sociedade, de suas habilidades.

Nosso propósito

Apoiar a transição para uma sociedade sustentável por meio de uma abordagem educacional holística, regenerativa, transformativa e não reducionista, entrelaçando dinâmicas sociais, ecológicas, econômicas e culturais, capazes de desenvolver ecossistemas e comunidades saudáveis e resilientes.

Por quê fazer?

Se você procura por uma pós-graduação inovadora, com abordagem sistêmica em sustentabilidade, conteúdo de vanguarda, vivências comunitárias e metodologia altamente interativa, não perca essa oportunidade! O curso apoiará sua trajetória profissional e sua transição pessoal para estilos de vida sustentáveis e regenerativos.

Quem pode fazer?

Cidadãos em geral, profissionais, atores governamentais e do terceiro setor que tenham diploma de graduação e desejam atuar como agentes de transformação, tendo como referência os princípios de uma ação sustentável e regenerativa, alinhada à Agenda 2030 das Nações Unidas e aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

São bem-vindos:

  • indivíduos com interesse em sustentabilidade e design sustentável;
  • agentes de mudança e criativos culturais;
  • empreendedores de negócios de impacto;
  • facilitadores de processos em organizações;
  • líderes comunitários de áreas urbanas e rurais;
  • profissionais em arquitetura, agronomia, ciências ambientais;
  • designers e pesquisadores em permacultura e sistemas agrícolas;
  • especialistas em energias renováveis e tecnologias de baixo impacto;
  • educadores em busca de inovação;
  • membros de ONGs com abordagem transdisciplinar;
  • profissionais de planejamento urbano, rural e regional;
  • lideranças indígenas, quilombolas, membros do movimento sem-terra;
  • gestores de empresas com interesse em responsabilidade socioambiental; etc.
Equipe