“A tendência é que esse preço permaneça nos próximos meses”, afirma economista da UNIFAL-MG sobre o aumento de 30% no preço do tomate em Minas Gerais

Em razão da baixa produção e das condições climáticas desfavoráveis, o aumento do preço do tomate atingiu níveis históricos, segundo dados fornecidos pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB). No Ceasa de Minas Gerais, o custo da hortaliça subiu em aproximadamente 30%.

Fernando Pereira, professor de Economia da UNIFAL-MG, analisou a situação em entrevista concedida ao jornal Bom Dia Cidade, no dia 19/04, afirmando que este momento é resultado do preço baixo do tomate no momento de plantio, durante o final de 2018, que atraiu poucos produtores para o cultivo. “A capacidade de resposta do produtor do tomate e do produtor agrícola de uma maneira geral é muito baixa, é mais lenta do que a indústria. Ou seja, a tendência é que esse preço permaneça nos próximos meses”, reitera Fernando.

Confira:

Disponível também no link: https://globoplay.globo.com/v/7552520/?fbclid=IwAR2AVry1j0lJXYlS3Cpx9JQOwOQL5eoMxd2_e9BzWMd1A7vEIxPp2UTqm1c

Copy link
Powered by Social Snap