Proex realiza curso com foco nas diretrizes da extensão e na submissão de propostas no CAEX

Visando ampliar a compreensão da comunidade acadêmica acerca das diretrizes nacionais da extensão universitária e do processo de submissão de propostas de ações nesse âmbito, a Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da UNIFAL-MG realizou o curso “Extensão Universitária: Diretrizes da Extensão e Submissão de Propostas”, no campus sede.

Com uma carga horária de 15 horas, o curso desdobrou-se em três encontros –  ocorridos nos dias 31/05, 07/06 e 28/06 –, abordando os seguintes temas: as diretrizes da extensão universitária, o preenchimento das propostas no sistema de Cadastro da Extensão (CAEX), os tipos de editais da extensão, o papel do coordenador e avaliação de propostas e relatórios.

Segundo a professora da Escola de Enfermagem e gerente de Prestação de Serviços da Proex, Simone Albino, “o sistema CAEX requer um detalhamento de informações necessário para caracterizar as ações propostas, dar visibilidade as mesmas e atender aos requisitos da Lei de Acesso à Informação. Por meio do CAEX, também é possível produzir relatórios das ações realizadas na universidade, contabilizando o número de pessoas atendidas, o número de docentes e discentes envolvidos, a carga horária despendida pelos integrantes, os recursos envolvidos, bem como o alcance específico por área do conhecimento. Desta forma, é possível tornar públicas as atividades de extensão realizadas pela UNIFAL-MG”, ressalta.

A atividade, também vinculada ao Programa de Desenvolvimento Profissional e Formação Pedagógica Docente (PRODOC), contou com cerca de 70 participantes e foi transmitido por webconferência para os campi de Varginha e Poços de Caldas.

“Para mim, [o curso] foi muito válido. Sou CEUA [coordenadora de extensão de unidade acadêmica] há pouco tempo e, durante as falas, sempre aprendemos mais e surgem algumas dúvidas de situações recorrentes e outras que nem tínhamos pensado. O curso foi um momento intenso, onde estava focada apenas nos assuntos e nas falas de todos, pois estou organizando um evento e queria sanar muitas dúvidas minhas.  Sugiro que ele se repita periodicamente e com uma ampla divulgação, já que as propostas de extensão tendem a aumentar com a curricularização da extensão”, relata Alzira Maria Serpa Lucho, professora do Instituto de Química.

Resolução que dispõe sobre a Curricularização

A Resolução de nº 07/2018 do CNE (Conselho Nacional de Educação) define as diretrizes para a extensão na Educação Superior Brasileira e regimenta o dispositivo referente à Meta 12.7 da Lei nº. 13.005/2014, que aprova o PNE (Plano Nacional de Educação) 2014-2024. Como consequência, as instituições de Ensino Superior terão o prazo de até três anos, a contar da data de sua homologação, em dezembro de 2018, para a implantação do dispositivo nestas diretrizes, ou seja, até dezembro de 2021.

Colaboração: Flaviane Faria Carvalho, gerente de publicações e outros produtos acadêmicos da Proex e professora do Instituto de Ciências Humanas e Letras da UNIFAL-MG

Copy link
Powered by Social Snap