Docentes do campus de Varginha da UNIFAL-MG participam do 1º Encontro Varginhense de Compostagem

A UNIFAL-MG marcou presença no 1º Encontro Varginhense de Compostagem, realizado pela Secretaria de Meio Ambiente (Semea) da Prefeitura Municipal de Varginha, no dia 10/05, no Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município (INPREV). Participaram do evento as docentes Lora dos Anjos Rodrigues e Kellen Rocha de Souza, ambas do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da UNIFAL-MG, campus Varginha, a fim de estabelecer futuras parcerias entre a Universidade e a Semea.

Na oportunidade, a professora Lora Rodrigues mencionou as ações de extensão desenvolvidas no campus Varginha, como o projeto Escola da Natureza, sob sua coordenação juntamente dos docentes José Roberto Porto de Andrade Júnior e Everton Rodrigues da Silva.

O objetivo do projeto, conforme explicado por ela, é a criação de uma compostagem de resíduos do restaurante universitário (RU) do campus. “Em breve o RU deve reabrir, o que será feito com o apoio do professor Thales de Astrogildo e Tréz, do campus de Poços de Caldas da UNIFAL-MG, que já trabalha, por meio do projeto “Decompondo: núcleo recicla vidas Coopersul”, com o processo de compostagem para geração de renda junto à Cooperativa de Trabalho Regional Sul de Reciclagem e Preservação de Poços de Caldas Ltda (Coopersul)”, conta.

Outro projeto citado pela professora, durante o encontro, foi o “Agricultura urbana e meio ambiente”, coordenado pelo professor Luiz Antônio Staub Mafra e por ela, que também tem uma proposta de compostagem de resíduos, a ser realizada na Escola Estadual São Sebastião, parceira do projeto em Varginha.

Durante o evento, a atual docente na disciplina de Economia do Meio Ambiente na Universidade, Profa. Kellen de Souza, falou de sua experiência pessoal com compostagem doméstica e salientou a importância na redução de resíduos gerados pelas famílias e geração de adubo. Na ocasião, solicitou à Semea mais informações sobre as ações da secretaria no que se refere ao funcionamento da coleta seletiva, do descarte de aparelhos eletrônicos e do descarte de resíduos sólidos em geral no município.

Palestra sobre Educação Ambiental apresentada durante o evento. (Foto: arquivo/Semea)

Para a docente,  parcerias estabelecidas em eventos como este, proporcionam ações benéficas a toda a sociedade, bem como ao meio ambiente. Sobre o descarte de resíduos sólidos urbanos (RSU), ela ressalta: “neste ano, mais especificamente em 2 de agosto, conforme meta estabelecida no Art. 54, inciso IV da Lei nº 14.026/2020, vencerá o prazo para que municípios com população inferior a 50 mil habitantes, segundo Censo 2010, destinem os seus resíduos sólidos urbanos em locais ambientalmente adequados. Para municípios com mais de 50 mil habitantes os prazos para adequação já venceram em anos anteriores, segundo a supracitada lei.”

No estado de Minas Gerais, de acordo com pesquisa desenvolvida pela Profa. Kellen de Souza, de 2008 para 2022, o número de municípios que destinavam os seus RSU em lixões, locais considerados de disposição final ambientalmente inadequadas, diminuiu 30%, passando de 395 para 276 municípios (32,4% do total de municípios do estado), segundo dados da Fundação João Pinheiro.

“A despeito de tal redução, ainda são muitos os municípios que não conseguirão atender à meta estabelecida pela Lei nº 14.026/2020, não só em Minas Gerais, como também em todo o Brasil, o que inclui até mesmo municípios mais populosos”, destaca. “No Brasil, segundo projeções da Associação Brasileira de Resíduos e Meio Ambiente (ABREMA, 2023), cada habitante gerou 380 kg de resíduos sólidos urbanos (RSU) em 2022, um média de 1,04 kg por dia, o que considerando toda a sua população do país resultou na geração de aproximadamente 77,1 milhões de toneladas de RSU em todo o ano de 2022”, completa a docente.

Para mais informações, acesse a página da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Varginha no Instagram.

(Imagem destaque: foto retirada durante palestra sobre Educação Ambiental apresentada durante o 1º Encontro Varginhense de Compostagem. Foto: arquivo/Semea)