Com pesquisa na área da geriatria, médica da Universidade recebe certificado de mestra em Ciências da Reabilitação

A servidora Gabriela Itagiba Aguiar Vieira, médica-docente e também técnica da Faculdade de Medicina da UNIFAL-MG, recebeu, no dia 26/09, o título de mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação da Universidade. Entregue pelo reitor da Universidade, Prof. Sandro Amadeu Cerveira, o certificado foi resultado da pesquisa intitulada “Abordagem dos fatores relacionados a quedas de idosos por médicos de família e comunidade”, que teve o objetivo de avaliar como determinadas condições estão associadas a quedas de idosos cadastrados na Estratégia Saúde da Família (ESF), programa vinculado ao Ministério da Saúde.

Em razão das consequências adversas para os idosos, como a redução da capacidade funcional, o medo de cair, as fraturas, a hospitalização, a institucionalização e até a morte, e dos gastos para o sistema de saúde, Profa. Gabriela, que atua na área de Medicina de Família e Comunidade, investigou a ocorrência das quedas como principal causa de acidente em pessoas mais velhas. “Diante do número crescente de idosos que se beneficiam da assistência oferecida pela ESF, há necessidade de pesquisas, no âmbito da Atenção Básica, relacionadas a fatores ligados aos idosos e às abordagens dos profissionais”, explicou.

Segundo a docente, que foi orientada pelas professoras Silvia Lanziotti Azevedo da Silva e Daniele Sirineu Pereira, os resultados observados foram a caracterização sociodemográfica e clínica e a identificação dos fatores associados à ocorrência de quedas, de acordo com a coleta de dados realizada em conjunto a idosos e médicos de Família e Comunidade. “Os resultados da pesquisa nos levam a refletir sobre os nossos currículos e sobre a valorização de conteúdos de geriatria e gerontologia na formação dos profissionais de saúde.”

Como o envelhecimento populacional exige planejamento de políticas para saúde pública, a docente defendeu o vínculo entre o médico e o atendido em busca da prevenção de quedas, as quais merecem ser observadas por profissionais da Atenção Básica. “Me inquieto porque ainda precisamos melhorar muito para oferecer a atenção à saúde que nossa população merece, e, se Paulo Freire nos ensina que ‘Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo’,  penso que essa transformação poderia começar conosco, com nossos estudantes e com a formação que lhes oferecemos”, enfatizou a Profa. Gabriela ao afirmar que o mestrado foi um processo de aprendizado para a sua formação. “Estou muito feliz com a conquista e agradecida a todos que contribuíram para a minha formação, a todos que se envolveram: minha família, meus amigos, meus colegas, meus professores, mas especialmente meus alunos, que são minha maior motivação”, finalizou.

*Milena Favalli Simão é estagiária da Diretoria de Comunicação Social da UNIFAL-MG

Copy link
Powered by Social Snap