UNIFAL-MG na mídia: confira as notícias semanais

Docentes da UNIFAL-MG participaram, de 13 a 15/05, de matérias exibidas em jornais da região. Entre os temas abordados, estão as notícias sobre o uso dos testes rápidos no Sul de Minas Gerais, o aumento do número de pedidos para o auxílio-desemprego, o uso correto de produtos de limpeza, a importância das tecnologias durante a pandemia, a doença lúpus, entre outras. Confira:

Professora da UNIFAL-MG dá dicas de como usar produtos de limpeza corretamente

No dia 13/05, o jornal EPTV 1ª edição exibiu uma matéria com a professora do Instituto de Química da UNIFAL-MG, Marisi Gomes Soares, com dicas sobre o uso adequado de itens de limpeza durante a pandemia, como a água sanitária. Na oportunidade, a professora mostrou as quantidades corretas para a diluição dos elementos e esclareceu dúvidas sobre os riscos de se usar incorretamente os produtos.

“Nós temos que entender principalmente a água sanitária, que é de uso mais comum. A água sanitária é uma solução chamada de hipoclorito de sódio. Ela vem numa concentração de 2,0% a 2,5% desse hipoclorito de sódio, e o que as pessoas não sabem é que o agente germicida é o ácido hipocloroso. Quando a gente a utiliza pura, sem diluição, além de ser uma substância que faz mal à saúde, ela não tem a ação germicida”, disse a docente, que demonstrou, considerando um copinho de café e uma garrafa PET, a quantidade correta para a solução de água sanitária e água.

Outra dica da docente é sobre o fato de nem todas as misturas serem possíveis. “Diluir com desinfetante é perigosíssimo, porque alguns desinfetantes contêm amoníaco, e isso forma uma substância que chama cloramina. Diluir com álcool e com vinagre não pode. Podemos ou usar o vinagre separado, ou o álcool 70% separado ou a água diluída separada”, explicou.

Confira a reportagem completa abaixo:

Disponível no link: https://globoplay.globo.com/v/8550839/

Em reportagem sobre a compra de testes rápidos para identificar a Covid-19 no Sul de Minas, docente da UNIFAL-MG indica o uso de máscaras

O Estado de Minas Gerais adquiriu 50 mil testes rápidos para identificar os casos de Covid-19 na região. No sul de Minas, o pólo regional de saúde de Alfenas recebeu 1060 testes e, de Varginha, 2240. Com base nesses dados, o jornal EPTV 1ª edição exibiu uma reportagem com o docente do Instituto de Ciências Biomédicas da UNIFAL-MG, Leonardo Augusto de Almeida, no dia 13/05, para discutir o assunto.

Mesmo com a realização dos testes, o professor reafirmou a necessidade de reforçar todos os cuidados contra o contágio, principalmente o uso de máscaras, até a divulgação dos resultados. “Mas não é a máscara com nariz pra fora, a máscara no queixo, porque a possibilidade de transmissão do vírus é muito fácil através das gotículas que produzimos quando falamos, tossimos e, até mesmo, respiramos. Esse vírus pode ser encontrado na própria máscara, na sua roupa, e, se você não fizer toda a higienização necessária, pode transmitir o vírus para todos os familiares na sua casa”, disse.

Confira a reportagem completa abaixo:

Disponível no link: https://globoplay.globo.com/v/8551695/programa/

Situação da pandemia em Minas Gerais é discutida por professor da UNIFAL-MG

O enfrentamento da pandemia em Minas Gerais foi tema do bate-papo entre os cientistas políticos Thiago Silame, professor do Instituto de Ciências Humanas e Letras da UNIFAL-MG, e Helga do Nascimento de Almeida, professora da Universidade Federal do Vale do São Francisco, mediado por Vivian Menezes, no programa “Mundo Político”, da TV Assembleia, no dia 14/05. Na oportunidade, a saturação do sistema de saúde, a subnotificação de casos no Estado e a situação de volta às aulas foram alguns dos temas discutidos.

“Diante deste cenário, em que as atividades comerciais e econômicas terão que cessar, seria necessário uma maior coordenação das políticas públicas de enfrentamento da Covid-19 e de medidas efetivas de proteção à renda e às empresas”, disse o Prof. Thiago.

Para ele, existe um quadro de subnotificação, uma vez que estudos apontam para um número sete vezes maior de casos, e um ruído entre os entes federados. “Se [a crise sanitária em si] se descontrolar, se alcançar essa saturação da capacidade de atendimento do sistema de saúde, a crise econômica será muito maior”, explicou o docente.

Confira o bate-papo completo abaixo:

Disponível no link: https://bit.ly/3dQs8jz

Docente da UNIFAL-MG fala sobre a relação entre tecnologia e agronegócio

O professor do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da UNIFAL-MG, Hélio Costa, participou de uma entrevista no canal TerraViva, do grupo Bandeirantes, na qual comentou as oportunidades para o avanço da tecnologia no agronegócio brasileiro, mesmo em momentos de crise, considerando a importância deste setor produtivo para a economia nacional, estadual e regional.

Na oportunidade, o docente reafirmou a importância da relação entre pesquisadores e produtores, a fim de transformar a ciência em produtos e serviços que gerem valor. “E nós temos visto uma tendência de criação de espaços onde há essas relações, onde acontece o encontro entre quem produz, quem pesquisa e quem investe: são os hubs de inovação. Nós, por exemplo, criamos um hub de inovação focado no agro, aqui no Sul de Minas, que é uma região importante para o café”, explicou o docente ao falar sobre o AgVenture Hub, que reúne agentes públicos e privados, bem como agentes de pesquisa, negócios e inovação, em projetos de articulação e aplicação de iniciativas ministeriais de incentivo à ciência, tecnologia, inovação e comunicação na cidade de Varginha.

Para complementar, o Prof. Hélio salientou que os momentos de crises são, também, um momento de oportunidades.

Confira a reportagem completa abaixo:

Disponível no link: https://youtu.be/F0wdwMsMDw8

Lives e tecnologia: reportagem com professor da UNIFAL-MG exibe as mudanças na forma de interação em tempos de isolamento social

Durante a pandemia, houve um aumento do número de lives para entretenimento, ensino ou trabalho. Em função disso, o professor do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da UNIFAL-MG, Hélio Costa, participou de uma reportagem do “Jornal Cidade”, da TV Princesa, no dia 14/05, a fim de comentar o crescimento da busca por tecnologias midiáticas neste período.

“Num momento como este, as relações começam a mudar, porque há uma necessidade de trabalhar on-line, de estudar on-line, e isso não é bem uma escolha”, afirmou o docente, que também falou sobre dois aspectos fundamentais para a produção de conteúdos: a qualidade da iluminação, que deve ser equilibrada, e do som, a fim de evitar ruídos externos durante a exibição. “Agora, acho que esse vai ser o novo padrão: as pessoas vão deixar de ter vergonha de abrir uma câmera de celular e vão passar a se comunicar mais em multimídia”, completou.

Confira a reportagem completa abaixo:

Disponível no link: https://youtu.be/kTg-rmHpEbw

Pesquisa feita na UNIFAL-MG apresenta um panorama do coronavírus no Sul de Minas Gerais

Docentes da UNIFAL-MG desenvolveram uma pesquisa para identificar o perfil da população infectada pelo coronavírus na região sul-mineira. No dia 15/05, o jornal EPTV 1ª edição conversou com a professora do Instituto de Ciências Sociais da UNIFAL-MG, Pamila Cristina Lima, que explicou quais foram as motivações da pesquisa e os resultados obtidos até então.

Os dados, que consideraram o perfil de acordo com o sexo, a idade e o histórico médico dos infectados, registraram que, dos óbitos, 59,1% foram de homens; 80,7%, de idosos; e 86,4%, de pessoas com comorbidades. Entre os casos confirmados, 57,2% são de homens; 19,9%, de idosos; e 80,1%, de pessoas com menos de 60 anos.

“A gente fez essa separação na tentativa de entender um pouco mais como funciona essa situação na nossa região”, disse a docente, que explicou a motivação para a pesquisa: a subnotificação de casos. “A nossa ideia era olhar para os municípios, mas a gente está falando de uma região com municípios muito pequenos, então a gente tem um perfil de casos que é pequeno para olhar por município. A gente olhou para as microrregiões”, finalizou.

Como os dados mudam diariamente, a pesquisa terá continuidade.

Confira a reportagem completa abaixo:

Disponível no link: https://globoplay.globo.com/v/8556039/programa/

Economista da UNIFAL-MG fala sobre o aumento de pedidos de seguro-desemprego durante a pandemia

O professor do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da UNIFAL-MG, Fernando Batista Pereira, participou do jornal EPTV 1ª edição exibido no dia 15/05, com o objetivo de explicar o aumento da procura pelo seguro-desemprego nas quatro maiores cidades do sul de Minas: Poços de Caldas, Pouso Alegre, Varginha e Passos.

“Em Poços de Caldas, naturalmente, a dependência da cidade do setor de turismo, do setor hoteleiro e de gastronomia tem um impacto direto. No caso de Pouso Alegre, são indústrias que não conseguiram manter a sua linha de produção ou, então, não é apenas problema na oferta, é problema de escassez de demanda”, disse o docente.

Poços de Caldas registrou um aumento de 42,4%; Pouso Alegre, de 64,9%;  Varginha, de 26,8%; e Passos, de 8,7%

Confira a reportagem completa abaixo:

Disponível no link: https://globoplay.globo.com/v/8556229/programa/

UNIFAL-MG integra ações de enfrentamento ao novo coronavírus em conjunto a universidades e institutos federais

As instituições de ensino superior têm aumentado os esforços para desenvolver estudos que ajudem o combate ao novo coronavírus. Entre elas, destaca-se a atuação da UNIFAL-MG, que tem realizado algumas ações, pesquisas e projetos para o enfrentamento da Covid-19.

Uma das pesquisas foi o estudo que separou os casos confirmados e os óbitos na região segundo o sexo, a idade e histórico médico dos infectados, conforme explicou a professora do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da UNIFAL-MG, Pamila Cristina Lima.

“Quando a gente está tratando de uma realidade de municípios pequenos, isso se torna ainda mais preocupante. A gente está falando de municípios que têm problemas com a questão do SUS”, comentou a professora, que reforçou a importância de sensibilizar a população com o estudo. “A doença está muito mais espalhada do que os casos confirmados”, finalizou.

O Instituto Federal do Sul de Minas, a UFLA e a UNIFEI também foram destaque na matéria veiculada no jornal EPTV 2ª edição do dia 15/05.

Confira a notícia completa abaixo:

Disponível no link: https://globoplay.globo.com/v/8557219/programa/

Em referência à campanha de conscientização do lúpus, jornal de Alfenas conversa com reumatologista da UNIFAL-MG

No dia 15/05, o jornal de Alfenas, da TV Grava, recebeu a professora da Faculdade de Medicina da UNIFAL-MG, Cristiane Mendes da Silva, que respondeu às perguntas dos internautas sobre a doença lúpus, para a qual é destinada a campanha de conscientização “Maio Roxo”.

“Lúpus é uma doença reumatológica, é uma doença inflamatória crônica e autoimune. Isto quer dizer que os nossos anticorpos que são preparados para nos defender de coisas externas começam a nos atacar”, explicou a professora, que também classificou a doença em lúpus cutâneo, o qual acomete só a pele, e o lúpus sistêmico, o qual pode aparecer em qualquer outro órgão.

Entre as questões discutidas, a docente destacou a relação entre a hereditariedade e a manifestação da doença, a importância de uma dieta equilibrada, os cuidados com a exposição ao sol e o uso da cloroquina por pacientes. Sobre a relação entre o lúpus e o coronavírus, a Prof. Cristiane afirmou que todo paciente com lúpus ou doença reumatológica está mais suscetível à infecção tanto pela doença quanto pelos remédios tomados, mas, mesmo assim, é necessário considerar a pessoa como um todo.

“Hoje, a gente sabe que [lúpus] é uma doença que a gente pode controlar”, disse a docente.

Confira a reportagem completa abaixo:

Disponível no link: https://youtu.be/522LeVsyLHo

*Milena Favalli Simão é estagiária da Diretoria de Comunicação Social da UNIFAL-MG

Copy link
Powered by Social Snap