Projeto “Maternidade Real na Quarentena”, da UNIFAL-MG, reúne relatos de mães sobre as vivências do período de distanciamento social

Com o objetivo de promover um espaço de escuta sobre as situações vividas no período de isolamento social, o projeto de extensão “Maternidade Real na Quarentena”, do campus Varginha, sob coordenação das professoras Aline Lourenço de Oliveira e Ana Márcia Rodrigues da Silva (ICSA/UNIFAL-MG), tem reunido, no Instagram e no Facebook, relatos em formato de vídeo ou de texto escrito enviados por mães, a fim de acolhê-las neste momento.

“Este trabalho se fundamenta na história oral temática, que consiste em criar uma oportunidade para que mães relatem como têm vivido de março de 2020 até os dias atuais, em decorrência da pandemia do coronavírus”, disseram as coordenadoras. Segundo a professora Aline Lourenço, a intenção é dar visibilidade a histórias reais para que se crie uma rede de apoio e solidariedade. “E a expressão ‘maternidade real’ é utilizada justamente para fazer oposição a uma visão “romantizada”, na qual a vida das mães é idealizada como sendo apenas amor, doação, alegria e realização, ocultando os sofrimentos, as inseguranças, os medos e as dificuldades”, explicou.

Além dos relatos, a ação base do projeto contempla a publicação de dicas de conteúdos sobre infância e maternidade, como podcasts, brincadeiras e brinquedos com sucatas e materiais baratos, canais de culinária saudável, informações sobre alergia alimentar, músicas e desenhos. “Para os próximos meses, pretendemos publicar vídeos de mães que são profissionais e têm conhecimento sobre assuntos de interesse do público, como saúde da mulher, educação dos filhos, violência doméstica, direitos das crianças e adolescentes”, salientou a docente Aline Lourenço. Em comemoração ao dia das crianças, o projeto promoverá, ainda, a exposição de desenhos das crianças e, em campanha de final de ano, divulgará trabalhos de mães empreendedoras.

Até o momento, os resultados são positivos: o público tem recebido a equipe com entusiasmo e interesse, compartilhando relatos emocionantes. Como o projeto está aprovado para ser desenvolvido até dezembro, a ideia é continuar as ações de extensão sobre maternidade e infância no próximo ano.

“Maternidade Real na Quarentena” é adaptação de um projeto anterior: “Mães que Formam”, que foi desenvolvido em 2019, com encontros presenciais entre as mães e suas crianças. “Considerando o momento atual, em que mães e filhos estão vivendo um momento bem difícil, achamos que seria importante promover essa aproximação e troca de experiências; é uma forma de acolhimento”, finalizou a professora.

As redes sociais do projeto são:  Instagram e Facebook. As postagens são indexadas com  as hashtags: #maternidaderealnaquarentena; #extensaounifalmg; #unifalvarginha.

*Milena Favalli Simão é estagiária da Diretoria de Comunicação Social da UNIFAL-MG

Copy link
Powered by Social Snap