Epidemiologista da UNIFAL-MG avalia retorno de atividades extracurriculares em escolas infantis de Poços de Caldas

Em participação no Jornal da EPTV 1ª Edição da sexta-feira (30/10), o professor de epidemiologia Sinézio Inácio da Silva Júnior, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNIFAL-MG, avaliou o retorno de atividades extracurriculares em escolas infantis de Poços de Caldas/MG em relação ao risco de disseminação do Covid-19. Conforme o docente, a forma mais segura de fazer essa volta é com crianças  com menos de 10 anos, pois elas possuem menos receptores nas células em comparação aos adultos, o que dificulta a  contaminação do vírus e torna raros os casos de Covid-19 nessa idade.

Por fim, o professor da UNIFAL-MG elenca o que é preciso para garantir um ambiente escolar protetor para a criança: “Então é importante que a escola […] adote medidas de protocolos sanitários, tenha cuidado com quem vai entrar no ambiente escolar, para que essas pessoas não levem a contaminação. Ficar atento à saúde dos professores e funcionários. E as famílias [devem] conversar com as crianças, observar sinais de sintomas, para comunicar […] ao médico o mais breve possível este problema, para que a cadeia de transmissão seja interrompida. Então é preciso fazer essa retomada de atividades com responsabilidade e cuidado.”

Confira a reportagem completa:

Disponível no link: https://globoplay.globo.com/v/8983196/programa/

Colaboração: Túlio Rabelo, estagiário de Comunicação Social da UNIFAL-MG campus Varginha.

Copy link
Powered by Social Snap