Discente do curso de Fisioterapia recebe menção honrosa em congresso internacional pelo projeto de Iniciação Científica que investigou o efeito da eletroacupuntura na dor em pessoas com fibromialgia

Rhaynara Coelho Rosário, discente do curso de Fisioterapia, recebeu menção honrosa durante o 1º Congresso Online Internacional de Acupuntura – CONINTERA, promovido pelo Instituto Multiprofissional de Ensino (IME), no final de novembro, pelo projeto de Iniciação Científica intitulado “O efeito da eletroacupuntura sistêmica e auricular (frequências de nogier) na dor em pessoas com fibromialgia”. O trabalho apresentado pela acadêmica ficou em primeiro lugar no evento.

Idealizado junto às mestrandas do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação, Érika Almeida Boggiss, Rosa Maria Moreira, Karol Priscila da Silva e Rosana Aparecida de Lima, o projeto foi desenvolvido no começo do ano, quando 40 voluntárias com diagnóstico de fibromialgia foram selecionadas para avaliação do grupo. “As voluntárias foram avaliadas com algumas escalas e testes como variação da frequência cardíaca e perfil energético dos meridianos de acupuntura”, conta a professora Andréia Maria Silva Vilela Terra, orientadora do projeto.

Segundo Profa. Andréia, as voluntárias foram tratadas com eletroacupuntura e laseracupuntura por seis atendimentos. “O objetivo da pesquisa foi investigar o efeito da eletroacupuntura na dor em pessoas com fibromialgia”, esclarece, informando que o trabalho agraciado no congresso foi somente uma parte da pesquisa.

“O desenvolvimento deste projeto foi uma experiência enriquecedora para mim, por meio dele pude ter um contato mais próximo com a pesquisa científica e obter conhecimentos que agregam de maneira significativa minha formação acadêmica e futura atuação profissional”, enfatizou Rhaynara Coelho. (Foto: Arquivo Pessoal/Rhaynara Coelho)

A discente Rhaynara compartilhou sua experiência à frente do projeto de Iniciação Científica como uma oportunidade de agregar mais conhecimento à sua formação. “O desenvolvimento deste projeto foi uma experiência enriquecedora para mim, por meio dele pude ter um contato mais próximo com a pesquisa científica e obter conhecimentos que agregam de maneira significativa minha formação acadêmica e futura atuação profissional.”

De acordo com a discente, a dedicação e o apoio que recebeu do grupo de pesquisa em Fibromialgia, integrado ao Laboratório de Pesquisa em Desempenho Humano da Universidade, foi muito importante no processo de desenvolvimento do projeto. “Me sinto honrada e grata em ver que esta Iniciação, fruto de muita dedicação, foi premiada em um evento com abrangência internacional. Este resultado também é muito importante na divulgação da relevância da realização de pesquisas dentro de universidades públicas, as quais buscam obter conhecimentos que podem beneficiar o meio acadêmico e toda a sociedade”, enfatizou.

Para a orientadora, a relevância da pesquisa pode ser mensurada pela possibilidade de promover a ciência e a pesquisa desde a graduação, como também pelos benefícios que a pesquisa desenvolvida pode proporcionar para o bem-estar da população, conforme apontado por Rhaynara. “A importância do projeto de pesquisa é promover conhecimento científico para o discente e trazer para comunidade científica e para sociedade técnicas de intervenção em saúde, principalmente para esta doença, que é a fibromialgia, considerada doença reumatológica crônica, sem causa definida”, afirmou.

Os relatos coletados das pacientes que participaram do estudo apontam resultados positivos com afirmações como “Tive melhora na dor”; “O tratamento foi muito bom” e “Quero manter este tratamento”.

Integram também a equipe de pesquisa: a coorientadora, Profa. Adriana Teresa Silva Santos; e as discentes de graduação em Fisioterapia, Paula Aparecida Silva e Carolina Lima de Farias.

Equipe do projeto de pesquisa:

Fotos: Arquivo Pessoal/Rhaynara Coelho

 

Copy link
Powered by Social Snap