Aumento das vendas de cestas de Natal pode estar relacionado ao redirecionamento do perfil de gastos do consumidor, destaca professor da UNIFAL-MG em reportagem da TV Princesa

Uma reportagem da Jornal Cidade, da TV Princesa, de Varginha, veiculada no dia 22/12, mostra que o aumento da procura por cestas de Natal surpreendeu os comerciantes da cidade. Na matéria, o professor Fernando Batista Pereira, do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA), comentou as peculiaridades da conjuntura econômica atual que, apesar da crise, vem registrando aumento nas vendas das cestas de Natal.

De acordo com o economista, a renda e o emprego das famílias tiveram uma queda em 2020 e isso gerou um impacto negativo em outras atividades econômicas.  “Por outro lado as famílias tenderam a concentrar os seus gastos de uma forma diferente. A crise não afetou de forma homogênea todos os setores. Alguns setores foram beneficiados com esse novo perfil”, destacou.

O aumento das vendas de cestas de Natal, conforme o professor Fernando, pode estar relacionado ao redirecionamento do perfil de gastos para esse tipo de produto, tendo em vista o corte de gastos em outras atividades, como, por exemplo, as viagens.  “[…] pelo menos nos últimos nove meses, muitas famílias que estão em condição de isolamento, ainda que estejam fazendo atividades e saindo um pouco mais […],  essas famílias poderiam, por exemplo, fazer viagens de turismo para aproveitar as festas de fim de ano em outra localidade”, ressaltou. Conforme o docente, como a possibilidade de viagens foi reduzida por conta da pandemia, as famílias tendem a comemorar as festas em casa e, com isso, direcionam os gastos para essas festividades.

Confira a reportagem em:

 

O Jornal Cidade está disponível em https://www.youtube.com/watch?v=DRJDo_HPxVw

 

 

Copy link
Powered by Social Snap