Epidemiologista analisa dados da pandemia de covid-19 no Sul de Minas Gerais em entrevista na EPTV

A situação da pandemia de covid-19 em Minas Gerais é acompanhada e analisada pelo projeto  “Perfil Epidemiológico e Indicadores de Saúde da Universidade Federal de Alfenas (INDCOVID)”, desenvolvido na UNIFAL-MG. Os dados apresentados pelo INDCOVID foram divulgados em matéria do Jornal da EPTV 1ª Edição, no dia 12/05,  e apontam aumento de casos em três regiões do estado. A emissora também entrevistou o professor  Sinézio Inácio da Silva Júnior, docente da Faculdade de Ciências Farmacêuticas e coordenador do projeto.
Com a tendência de aumento de casos, o epidemiologista ressaltou também a possibilidade de crescimento diante das possíveis aglomerações familiares ocorridas no Dia das Mães. Conforme o professor Sinézio Júnior, a maior incidência de contaminação vem ocorrendo em faixas etárias de 25 a 39 anos e, como pessoas nessas idades podem ter familiares ainda não cobertos pela vacinação, o contato potencializa os riscos de infecção e mortes.
Na entrevista, o coordenador do projeto apontou que Varginha, Lavras, Alfenas e Três Pontas, cidades entre as 10 maiores municípios sul mineiros em número de habitantes, apresentavam tendência de aumento de casos fatais de covid-19 até 10/05, data de fechamento do boletim. “A realidade é muito dinâmica e aquela tendência que tínhamos para o Sul de Minas de crescimento de casos, hoje, dia 12, ela voltou a estabilizar”, destacou. No entanto, a estabilidade ainda não traz segurança, conforme o professor, para isso é necessário uma diminuição de casos nas próximas semanas.
O Boletim INDCOVID está disponível para acesso público no portal da UNIFAL-MG, em: Indicadores Covid-19.
Confira a reportagem completa:
A reportagem está disponível na GloboPlay em: https://globoplay.globo.com/v/9509298/
Copy link
Powered by Social Snap