:: Boletim Epidemiológico N° 36 – 23/08/2021 – Situação epidêmica de Covid-19 em Minas Gerais e no sul de Minas

Nesta edição, o boletim mostra que Minas Gerais iniciou a semana mantendo a tendência de queda em novos casos e voltando à queda em novos óbitos, mas permaneceu a estabilidade na tendência de novas internações. De acordo com os pesquisadores, a permanência do estado em estabilidade de novas internações nesse momento é de particular preocupação. Isso porque a possível maior circulação da variante delta e da gama plus, aliado à queda de imunidade entre já vacinados, pode provocar agravamento dos casos e consequente internações. Esse quadro pode conviver inicialmente com a queda de novos casos, mas acelerar o aumento de internações e mortes entre os mais vulneráveis (idosos, doentes crônicos e imunossuprimidos).

Panorama da incidência, internações e mortes: a região sul de Minas Gerais, assim como o estado, continua com decrescentes taxas de incidência diária média na semana. Nas duas últimas semanas, todas as regiões registraram diminuição ou estabilidade nesse indicador, exceto a Centro, Centro Sul e Leste. Assim como em Minas Gerais, o indicador de maior preocupação no Sul de Minas é o de novas internações. Pelos números apresentados pela SES-MG, observa-se que a média móvel de 7 dias de internações do início da semana (dia 23/08) voltou ao patamar de 100. Contudo, posteriormente o número acumulado de internações da região Sul teve seu registro diminuído. Assim, nesta semana não é prudente se concluir algo sobre a tendência de novas internações no acumulado do sul-mineiro.

Situação entre os dez municípios mais populosos do Sul de Minas: entre os dez municípios mais populosos da região, a tendência de novos casos voltou a oscilar para melhor, não tendo nenhum município apresentado tendência crescente da incidência. Exceto Pouso Alegre e Três Pontas, todos os demais oito municípios apresentaram tendência de queda na incidência. Houve melhora também na tendência de novas mortes. Há uma semana quatro municípios apresentavam aumento nessa tendência e no início desta semana apenas dois: Três Corações e São Sebastião do Paraíso que manteve tal tendência de aumento pela segunda semana. Em novas internações, o explosivo crescimento em Varginha não deve ser considerado pelos motivos comentados. Porém, a manutenção de aumento na tendência de novas internações em Itajubá pela segunda semana seguida é de grande preocupação, porque o município junto a Pouso Alegre e Camanducaia são os três da região Sul que tiveram oficialmente confirmada pela SES-MG a presença da variante delta. Acesse na íntegra 

Copy link
Powered by Social Snap