Curso de extensão: Drogas Psicotrópicas e Saúde

Entre os dias 03/09 e 01/10, será ofertado o curso de extensão “Drogas Psicotrópicas e Saúde”, ministrado por Lucas Maia, Biólogo (UFG), com mestrado (Unifesp) e doutorado (Unicamp) em Ciências, nas áreas de psicofarmacologia e saúde mental. O evento é organizado pela Profa. Ana Cláudia Mesquita Garcia (Escola de Enfermagem da UNIFAL-MG) e acontecerá virtualmente, pela plataforma do Google Meet.

As atividades ocorrerão semanalmente, por meio de encontros síncronos (com duração de 2h) aos sábados. Com o objetivo de apresentar as noções introdutórias sobre drogas psicotrópicas, segundo o olhar das Ciências da Saúde. Abordando questões ligadas ao histórico sobre o uso de drogas pela humanidade; as definições e classificações das drogas; os efeitos das principais classes de substâncias; as noções básicas sobre psicofarmacologia e neurobiologia; a epidemiologia do uso de drogas no Brasil; a redução dos danos; bem como as pesquisas referentes ao uso terapêutico de drogas psicotrópicas, em particular, as psicodélicas.

Público-alvo: graduandos, pós-graduandos e profissionais das diversas áreas do conhecimento, internos e externos à UNIFAL-MG
Inscrições: pelo CAEX
Modalidade: online (com aulas ao vivo pela plataforma do Google Meet  – as aulas serão gravadas e também disponibilizadas aos inscritos)
Duração: 03, 10, 17, 24/09 e 01/10/22
Horário: 14h às 16h
Carga horária total: 10 horas

Informações adicionais

De acordo com a organizadora do evento, a realização do curso contribuirá com a complementação da formação de graduandos(as) e profissionais que tenham interesse na temática. Pois “tem ocorrido um renascimento do interesse acerca do potencial terapêutico das substâncias psicodélicas no contexto da saúde por parte da comunidade científica, especialmente em relação ao manejo de questões psicológicas e emocionais”.

Ana Cláudia finalizou explicando que […] “desde a década de 1960, com retomada dos estudos a partir do ano 2000, diversas pesquisas têm sido realizadas com o intuito de se investigar o potencial terapêutico destas substâncias, inclusive em pacientes com doenças graves. As drogas psicoativas, inclusive as chamadas substâncias psicodélicas ou alucinógenas”, são substâncias que afetam a percepção, a cognição, o humor e também podem evocar experiências místicas ou transpessoais em algumas circunstâncias (ou seja, tipo de substância, dosagem e fatores pessoais e contextuais) (Nichols, 2016). Durante as décadas de 1960 e 1970, vários estudos clínicos verificaram os efeitos terapêuticos da psicoterapia assistida por LSD. Mais recentemente, novos estudos foram realizados, principalmente empregando psilocibina (Griffiths et al., 2016; Ross et al., 2016). Os principais resultados demonstram reduções nas medidas de ansiedade e depressão e melhorias nas avaliações de bem-estar, qualidade de vida e espiritualidade (Griffiths et al., 2016; Ross et al., 2016)”.

Data

03 set 2022

Tempo

14:00 - 16:00
Categoria
Copy link
Powered by Social Snap