Live “Juventude, trabalho e geração de renda na pandemia”

O Grupo de Estudos sobre a Juventude da UNIFAL-MG realizará no dia 14/10 uma live sobre “Juventude, trabalho e geração de renda na pandemia”. O evento será ministrado pela  Profa. Maria Carla Corrochano (Universidade Federal de São Carlos, Sorocaba).

A live ocorrerá das 19h às 21h, com transmissão pelo Canal Oficial da UNIFAL-MG no Youtube. Com o objetivo de promover o debate sobre o trabalho como direito social da juventude e a condição juvenil no mercado de trabalho atual , bem como a de analisar as lutas sociais pelo direito ao trabalho digno.

Público-alvo: comunidade interna e externa
Inscrições: até 14/10, pelo CAEX
Modalidade: on-line
Transmissão: canal oficial da UNIFAL-MG no Youtube (https://www.youtube.com/c/unifalmgoficial/featured)

Informações adicionais

A live é uma continuidade das ações (de promover estudos, debates e intervenções sociais sobre os problemas emergentes que afetam os(as) jovens) realizadas pelo Grupo de Estudos sobre a Juventude da UNIFAL-MG. Essas ações ocorrem desde o início da pandemia em 2020 (com participação de estudantes, comunidade, pesquisadores acadêmicos e ativistas) e abordam temas candentes para a juventude.

“[…] Diante da situação social e política do país, em que pairam severas ameaças sobre os direitos das e dos jovens, em especial das camadas populares, o Grupo de Estudos sobre a Juventude da UNIFAL-MG pretende dar continuidade as suas ações de promover estudos, debates e intervenções sociais sobre os problemas emergentes que afetam as e os jovens. Desde o início da pandemia em 2020, o grupo realizou diversas atividades abertas à partição de estudantes e comunidade, onde convidamos pesquisadores acadêmicos e ativistas para debater temas candentes para a juventude. Na ação que ora propomos buscamos promover debate sobre o trabalho como direito social da juventude, discutir a condição juvenil no mercado de trabalho atual e analisar as lutas sociais pelo direito ao trabalho digno. O problema do desemprego e da precarização das condições de trabalho da juventude, não tem se constituído como bandeira dos movimentos de juventude. Entretanto, as e os jovens cada vez mais te integram em movimentos de economia solidária para geração de renda e fortalecendo redes de solidariedade, principalmente no contexto da pandemia. Dessa maneira, estas ações coletivas que emergem principalmente nas periferias são parte dos movimentos sociais de juventude. A realização deste evento na UNIFAL-MG, facilitado pelo meio remoto, contribui para o reconhecimento da UNIFAL-MG como referência nos estudos e pesquisas sobre a condição da juventude no Brasil”, explicou a Profa. Josefa Alexandrina da Silva, coordenadora do Grupo de Estudos de Juventude da UNIFAL-MG.

Sobre a palestrante

Maria Carla Corrochano é professora associada do Departamento de Ciências Humanas e Educação (DCHE), bolsista produtividade em pesquisa do CNPq (2). Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGed-So) e do Mestrado em Estudos da Condição Humana da Universidade Federal de São Carlos/ Campus Sorocaba. Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (2008), com um período de estudos realizado junto aos Laboratórios GTM e ULISS, vinculados ao CNRS, Paris. Integra a Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED), tendo coordenado o GT03 – Movimentos Sociais, sujeitos e processos educativos no biênio (2017-2019). Foi assessora do Programa Juventude da Ação Educativa – Assessoria, Pesquisa e Informação e consultora da Organização Internacional do Trabalho (OIT) para a elaboração da Agenda e do Plano Nacional de Trabalho Decente para a Juventude no Brasil. Desenvolve pesquisas em Sociologia da Educação, Sociologia da Juventude e Sociologia do Trabalho e da Vida Econômica.

Data

14 out 2021
Expired!

Tempo

19:00 - 21:00
Categoria
Copy link
Powered by Social Snap