Farmacêutico do LACEN conclui mestrado sobre zika vírus pelo programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas

Na última quinta-feira (28/03), mais um servidor concluiu curso de pós-graduação pela Universidade. Dessa vez, foi o farmacêutico Gustavo Andrade Brancaglion, que atua no Laboratório Central de Análises Clínicas (LACEN), a conquistar o título de mestre pelo programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. O certificado foi entregue no Gabinete da Reitoria pelo vice-reitor, Prof. Alessandro Antônio Costa Pereira.

Focado na área de concentração “Interação Patógeno-Hospedeiro”, o estudo contou com a orientação do Prof. Leonardo Augusto de Almeida e foi defendido em fevereiro deste ano. De acordo com Gustavo, o estudo objetivou uma melhor compreensão da resposta imune inata frente à infecção pelo zika vírus em células previamente infectadas pelo vírus da dengue, a fim de identificar eventos associados ao desenvolvimento das patologias. “A dengue assola o Brasil há muitos anos e em 2015 o zika vírus causou surtos de microcefalia e outras manifestações clínicas, sendo que em 2016 já foi constatado que uma pessoa pode ser infectada pelo vírus da dengue e zika ao mesmo tempo”, disse o farmacêutico, revelando a importância de sua pesquisa para a sociedade.

Gustavo também comentou sobre sua trajetória na Instituição, já que além do mestrado, também realizou sua graduação em Farmácia na UNIFAL-MG. “Sou da turma 2011/1, me formei em novembro de 2015 e em dezembro do mesmo ano entrei em exercício como TAE Farmacêutico no LACEN”, contou. Para ele, o apoio dos servidores do laboratório foi essencial para a conclusão da pós-graduação: “sempre tive ajuda dos meus colegas de trabalho e minha chefe me deixou confortável para exercer o melhor de mim, além de me incentivar a fazer o mestrado, o que foi de grande crescimento acadêmico e pessoal”, finaliza.

Copy link
Powered by Social Snap