Avaliação inicial do paciente crítico nos cenários de emergência é tema de mesa-redonda promovida por liga acadêmica interprofissional

A Liga Acadêmica Interprofissional de Urgência e Emergência da UNIFAL-MG (LIE) promoveu sua primeira mesa-redonda em 30/05, na Sede. Com o tema “Avaliação inicial do paciente crítico – Um enfoque interprofissional”, o evento buscou proporcionar um espaço de integração e atualização aos discentes da UNIFAL-MG e demais interessados da comunidade externa a respeito da avaliação inicial do paciente crítico nos cenários de emergência, sob a perspectiva da interprofissionalidade.

“Como se sabe, o atendimento ao paciente criticamente enfermo, nos variados cenários da Rede de Atenção às Urgências, requer a integração de diversos profissionais da saúde, com vistas à assistência integral e de qualidade. Daí, portanto, a necessidade de aprendizagem das competências requeridas para situações emergenciais e a integração, ainda na universidade, dos futuros profissionais”, afirmou o professor da Escola de Enfermagem e coordenador da LIE, Rogério Silva Lima.

Estiveram presentes compondo a mesa-redonda o professor da Faculdade de Medicina e médico assistente do SAMU de Alfenas, Anderson de Castro Ribeiro, a professora do Instituto de Ciências da Motricidade, Carolina Kosour e a enfermeira da Escola de Enfermagem, Roberta Garcia Gomes, sendo que o Prof. Rogério atuou como moderador.

Os integrantes da mesa expuseram os papéis de cada profissão no atendimento inicial do paciente crítico, os desafios nesse espaço, as novas tecnologias disponíveis para cuidado e a importância da interprofissionalidade para obtenção de bons resultados assistenciais. Ao final das palestras, eles responderam perguntas e dúvidas da plateia, que reuniu 86 participantes.

A ação foi organizada e realizada pela LIE, que é constituída por discentes dos cursos de Enfermagem e Medicina da UNIFAL-MG, com a coordenação dos professores Rogério Silva Lima e Anderson de Castro Ribeiro, e a colaboração da Profa. Silvana Maria Coelho Leite Fava e da enfermeira Roberta Garcia Gomes.

Colaboração: Rogério Silva Lima, professor da Escola de Enfermagem da UNIFAL-MG

Copy link
Powered by Social Snap