“Química faz Bem” apresenta uma maneira diferente para a comunidade de Alfenas e região pensar a divulgação científica e a química

Uma iniciativa das professoras Danielle Dias e Giovana Martins do Instituto de Química (IQ) da UNIFAL-MG possibilitou nesse mês de junho, uma maneira diferente de pensar a divulgação científica e a Química, tão presente no dia a dia. A realização de dois eventos proporcionou muito aprendizado à comunidade universitária e também para população de Alfenas e região.

A primeira edição do evento “Química faz bem” levou à Praça Getúlio Vargas em Alfenas, conhecimento e diversão, por meio de apresentação de pesquisa da área de Química e experimentos junto às crianças, usando material caseiro.

Conforme Profa. Danielle, esse foi um evento que sempre sentiu vontade de fazer na UNIFAL-MG, sobretudo, por sua experiência durante a graduação na UFMG em que participou do evento “UFMG Jovem” promovido na praça de serviços do Campus Pampulha com a visita de escolas da região metropolitana de Belo Horizonte. “É um evento para conversar com a população como a química pode estar presente em um medicamento, em algum material, como esponjas, cristais, borracha, essências, alimentos, em nanomateriais, robótica, na investigação criminal”, conta. “É nosso dever mostrar 00 podemos contribuir para uma sociedade mais justa, humana, eficiente e sustentável.”

A movimentação na praça contou com a presença de alunos de graduação, pós-graduação, docentes do Instituto de Química da UNIFAL-MG e do professor Lucas Lopardi, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas. “Os pesquisadores da UNIFAL-MG estiveram com seus banners conversando com a comunidade que passava pela praça e que foram nos prestigiar. Usando uma linguagem popular e descontraída, vivenciamos momentos enriquecedores de diálogo entre a Universidade e a comunidade alfenense”, relata Profa. Danielle, acrescentando que os alunos da residência pedagógica também conversaram com a comunidade sobre a potabilidade das águas de Alfenas, sobre a química do xampu e sobre composteira doméstica.

Entre as demais atrações do evento “Química faz bem”, ocorrido no dia 15/06, esteve o Espaço Pequeno Cientista, coordenado pela professora Cláudia Torres, também do Instituto de Química, que chamou a atenção das crianças no local pela possibilidade de participarem de experimentos.

Dia do Profissional de Química

No dia 18/06, a organização do “Química faz bem” estendeu as atividades, ao homenagear o profissional de Química pelo seu dia, expondo uma tabela periódica na fachada do Pavilhão Central de Aulas (PCA), em comemoração aos 150 anos de sua criação. Além disso, aconteceram visitas orientadas aos laboratórios da Instituição, seminários no auditório Leão de Faria sobre os “150 anos da tabela periódica” e o “Papel das mulheres na ciência”.

Quem visitou a Universidade, teve a oportunidade de prestigiar também a exposição de fotos idealizada e produzida pela professora Mariane Gonçalves dos Santos que reúne fotos da formanda do curso de Química, Rafaela Ribeiro.

A organização também abriu os portões da Universidade para receber os alunos do Ensino Médio da região a fim de apresentar espaços como laboratórios do Instituto de Química e o Laboratório do Instituto de Ciências da Natureza.

Nesse dia, além de um remake da exposição “Química faz bem” ocorrido na praça, a UNIFAL-MG recebeu estudantes de várias escolas de Alfenas e também do Centro Educacional Fazendo Acontecer (CEFA) de Paraguaçu-MG. A egressa do curso de Química-Licenciatura foi quem trouxe a turma do CEFA. “Participar do Dia do Químico foi muito gratificante para mim que sou química e ex-aluna, pois pude demonstrar aos meus alunos, na prática, o quanto a química está presente em nosso dia a dia. Eventos como este proporcionam aos visitantes outro olhar sobre a química, demonstram o quanto ela é bela e essencial”, ressaltou Vivian Cristina.

Segundo Profa. Danielle, os visitantes conheceram parte da coleção herpetológica, apresentada pela técnica Julieta Moreira Rodrigues, e trabalhos de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidos. “Este momento foi uma grande oportunidade para valorizar a importância da Universidade para a comunidade, divulgar os cursos e promover uma maior harmonia com a população da cidade”, comentou.

A fala da coordenadora do evento é confirmada nos depoimentos de estudantes que participaram da atividade na UNIFAL-MG. O comentário de Pedro Henrique, aluno de Paraguaçu confirma: “Achei uma oportunidade muito interessante conhecer mais sobre a Química, Física e Biologia em uma universidade muito famosa e disputada. Muito obrigado a todos os monitores e monitoras pela atenção e carinho”, enfatizou.

Matheus Gomes Bellon, também aluno do CEFA, manifestou sua experiência como algo muito positivo e da qual muito gostou. “Eu amei visitar a UNIFAL-MG no Dia do Químico. Gostei muito da tabela periódica colada nas janelas do prédio, das barracas que ampliaram meu conhecimento sobre química e eu amei conhecer a professora da minha professora, ela foi muito simpática e legal. Já quero voltar”, disse.

Em entrevista para a Rádio Federal FM, 101,3 MHz, emissora educativa da Fundação de Apoio a Universidade Federal de Alfenas (FACEPE), a professora Keila Bossolani Kiill, diretora do Instituto de Química, falou sobre um dos trabalhos desenvolvidos no Laboratório de Ensino de Química, que também foi apresentado às escolas durante à visitação. “O nosso trabalho é receber os estudantes das escolas públicas e mostrar como é possível entender o preparo da bebida do café mobilizando conhecimentos químicos. A gente trabalha, especificamente, com os conceitos de extração e filtração. Os cafés que nós temos preparado são cafés especiais, cujo objetivo é levar o estudante a pensarem que no processo de preparo da bebida do café está envolvida uma série de conhecimentos químicos. Com isso a gente consegue fazer uma relação e uma aproximação entre aquilo que nós trabalhamos, no aspecto conceitual, e aquilo que as pessoas fazem no seu dia a dia”, destacou.

O graduando do curso de Química, Guilherme Augusto, também explicou qual foi o trabalho apresentado para os visitantes. “O objetivo do nosso trabalho é levar para os alunos de Ensino Médio a consciência de como o lixo afeta a sociedade e como esse lixo pode ser reaproveitado, tanto o lixo orgânico, quanto o lixo inorgânico”, explicou. “A composteira é uma forma de reaproveitar os alimentos para refazer o plantio de novos alimentos, ou seja, esse lixo é armazenado, tem todo um processo e depois a gente utiliza a matéria orgânica que é produzida e refaz o plantio de novos produtos”, disse.

Homenagens

No encerramento do evento, os químicos da Instituição, professores, técnicos, alunos de graduação e pós-graduação se reuniram no auditório Leão de Faria para prestigiar o vídeo produzido pela professora Mariane Santos, filmado e editado pela aluna Rafaela Ribeiro, em homenagem às mulheres do Instituto de Química da UNIFAL-MG. Em seguida, a professora Elaine Colagrande ministrou o seminário: “Professor de Química – pensar a profissão”.

Em meio às homenagens, esteve o professor Antonio Carlos Doriguetto, docente do Programa de Pós-Graduação em Química (PPGQ), com maior produtividade nos últimos 10 anos. Prof. Doriguetto publicou em 10 anos (2009-2019) 76 artigos sendo o somatório do Journal Citation Reports (JCR) destes igual a 218. Outra homenageada foi a professora Giovana de Fátima Lima Martins por ser a primeira egressa do curso de Química da UNIFAL-MG a compor o corpo docente do Instituto de Química como professora efetiva e no PPGQ. Na oportunidade, ressaltou-se a dedicação e esforço da professora à frente da coordenação do curso de graduação em Química Bacharelado com atribuições Tecnológicas.

Dois discentes do Programa de Pós-Graduação em Química também foram homenageados: no curso de mestrado o discente Rafael Pereira Machado e de doutorado o discente Matheus de Freitas Silva (somatório do JCR dos artigos publicados igual a 11,91 e 17,13, respectivamente).

Fotos: arquivo pessoal da comissão organizadora do evento

Dia 15/06 – praça Getúlio Vargas

Dia 18/06 – Sede da UNIFAL-MG

Acesse mais imagens no Facebook do curso de Química

Colaboração: Nelson Lemes, Giovana Martins e Danielle Dias, professores do Instituto de Química da UNIFAL-MG

Copy link
Powered by Social Snap