Discentes do curso de Enfermagem apresentam trabalhos científicos em evento de abrangência nacional e internacional na UERJ

Com o objetivo de divulgar pesquisas e projetos realizados na UNIFAL-MG, estudantes da Escola de Enfermagem apresentaram trabalhos científicos sobre Práticas Integrativas e Complementares (PICs), tecnologia do cuidado no incentivo à amamentação materna e relatos de experiências em projetos de extensão no 20° Seminário Nacional de Pesquisa em Enfermagem (SENPE) e 1° Seminário Internacional de Pesquisa em Enfermagem (SINPE).

Para discutir os rumos do conhecimento científico na área da Enfermagem, o evento, realizado na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), reuniu profissionais, técnicos, graduandos e pós-graduandos. De acordo com aluno do curso de Enfermagem da UNIFAL-MG, Waldecy Júnior, essa integração foi uma oportunidade para compartilhar as pesquisas acadêmicas e projetos orientados por professores da Instituição, assim como uma chance para conhecer novos trabalhos. “Além de agregar novos conhecimentos, foi possível contribuir com o propósito do evento por meio do intercâmbio entre produções científicas da UNIFAL-MG e tantas outras instituições de ensino superior do Brasil”, comenta o aluno que esteve presente ao lado das discentes Joice Ribeiro, Larissa Sant’Anna, Luyara Couto e Suellen Andrade.

Na oportunidade, os graduandos também vivenciaram ricos diálogos e trocas de experiências, além de discussões sobre a função social da pesquisa universitária na área de Enfermagem. “Tal experiência se fez ainda mais especial devido à temática geral proposta corajosamente pela ABEn, “Ciência da Enfermagem Brasileira: resistir é preciso”, que é uma resposta à conjuntura nacional. Com o exemplo vivo de tantas enfermeiras e pesquisadoras presentes, sentimos o fortalecimento de toda classe da enfermagem para intensificar a mobilização e a união em prol da resistência ativa contra os ataques à educação pública, em defesa da ciência e do SUS”, declararam os participantes.

Sobre o evento

Coordenado pela Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn Nacional), o Seminário Nacional de Pesquisa em Enfermagem (SENPE) tem sido responsável por reunir diferentes instituições de pesquisa a fim de promover o debate sobre o estatuto da ciência da enfermagem, a discussão sobre políticas públicas e o estabelecimento de diretrizes políticas para o desenvolvimento de pesquisadores na área. Nesta edição, o tema central do evento foi “Ciência da Enfermagem Brasileira: resistir é preciso”, que tinha como eixos temáticos: política de desenvolvimento da ciência da enfermagem brasileira; pesquisa e financiamento da ciência da enfermagem; agenda de prioridades de pesquisa em enfermagem; pesquisar para a prática e para a consolidação da ciência de enfermagem.

Em 2019, o SENPE completou 40 anos de história e atingiu abrangência internacional com a inauguração da 1ª versão do Seminário Internacional de Pesquisa em Enfermagem (SINPE).

Confira as informações completas neste link.

*Milena Favalli Simão é estagiária da Diretoria de Comunicação Social da UNIFAL-MG

Copy link
Powered by Social Snap