“Não se pode dizer que a economia já está em recuperação”, analisa economista da UNIFAL-MG em entrevista para o Bom Dia Cidade da EPTV

O docente da área de Economia da UNIFAL-MG, campus Varginha, Prof. Fernando Batista Pereira, foi convidado para participar do Bom Dia Cidade da EPTV de terça-feira, 03/09, a fim de comentar as perspectivas do mercado de trabalho nacional no segundo trimestre de 2019.

A reportagem abordou a adaptação de profissionais que superaram a falta de vaga em sua área de atuação e se arriscaram em novas áreas. “A gente não tem tanta escolha numa conjuntura tão desfavorável como essa. Não adianta a pessoa que sai de seu emprego achar que vai encontrar outro com as qualidades e características que ela deseja. Ela tem que ficar atenta ao que o mercado está disponibilizando a ela. Tem que estar aberta a entrar naquilo que o mercado tem a oferecer”, destaca.

Conforme Prof. Fernando, os dados divulgados pelo IBGE na semana passada apontam uma tímida melhora em alguns setores, como o da construção civil e pequenos serviços prestados diretamente ao consumidor. Porém, o economista da Universidade informa que a melhora apresentada se deve ao emprego informal, ou seja, de assalariados sem carteira de trabalho, com emprego precário e com consequente redução da renda média do trabalhador.

O economista comenta que o resultado é positivo, uma vez que se esperava que o Brasil entraria em recessão técnica e, segundo os dados do IBGE, o crescimento foi de 0,4%. No entanto, Prof. Fernando diz que ainda é cedo para falar de recuperação econômica. “Não se pode dizer que a economia já está em recuperação”, diz. “Os resultados ainda são muito tímidos.”

Confira na íntegra:

A reportagem está disponível também no link: http://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/bom-dia-cidade/videos/t/edicoes/v/conheca-historias-de-pessoas-que-superaram-a-falta-de-vaga-fixa-no-mercado-de-trabalho/7892704/?fbclid=IwAR0V5TUGWs9PcjDY9Wdbp5dapWcZSSC0LknP9wYPEMQNonyjkTs-Aj4U-hs

Copy link
Powered by Social Snap