Em sessão de cinema, Cineclube UNIFAL-MG exibirá o filme “O Sol é para Todos”

Cineclube UNIFAL-MG, em parceria com a Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (Prace), e o grupo Leia Mulheres, coletivo de leitores, exibirá nesta quinta-feira, 31/10, um clássico do cinema do século 20, voltado à injustiça racial na era da depressão no sul dos Estados Unidos: “O Sol é para Todos”. Com entrada franca, a atividade, destinada ao público acadêmico e externo à Universidade, acontecerá às 18h no auditório Leão de Faria.

Confira a sinopse do filme:

Baseado no livro homônimo da escritora norteamericana Harper Lee (1926-2016), o filme “O Sol é para Todos” conta a história do caso Tom Robinson (Brock Peters), um jovem negro acusado de estuprar uma branca filha de um fazendeiro na região, que se alega inocente. Atticus Finch (Gregory Peck), um advogado local extremamente inteligente e visionário, aceita pegar o caso para defende-lo, porém passa a enfrentar diversos contratempos por representar o acusado numa pequena cidade do Alabama, local onde todos se conhecem e as notícias se engrandecem rapidamente. Após decidir pegar o caso, Atticus passa a ser excluído e criticado por uma sociedade que não admite a equidade entre negros e brancos. O filme foi nomeado a oito estatuetas do Oscar, e levou três: melhor ator para Gregory Peck, advogado e pai da narradora; melhor roteiro adaptado e melhor direção de arte. A escritora americana Harper Lee morreu aos 89 anos e ficou famosa por escrever o clássico “O sol é para todos” em 1960. A obra ganhou um Prêmio Pulitzer e é considerada uma obra-prima do século 20 por seu retrato da injustiça racial na era da depressão no sul dos Estados Unidos.

Sobre o projeto

O Cineclube integra o programa Civitas – Teorias e Práticas do Literário, que está vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da UNIFAL-MG. Com o objetivo de desenvolver o princípio universal de formação integral do cidadão por meio do cinema e da sua inclusão em processos imagéticos de leitura e letramento audiovisual, educação e cultura, o projeto promove a apresentação de produções cinematográficas gratuitamente.

Sobre o grupo Leia Mulheres

Compreendendo-se como um coletivo de leitores, o grupo Leia Mulheres baseia sua proposta na iniciativa desenvolvida pela escritora Joanna Walsh em 2014, cujo foco busca dar visibilidade a livros escritos por mulheres. Os livros podem ser de poesia, contos, romance, ou até mesmo literatura científica sobre temas de interesse do grupo, como teses que discutem questões relativas à mulher. Assim, o livro lido no último mês (setembro) foi o romance “O Sol é para Todos” (título original: To Kill a Mockingbird), da autora norteamericana Harper Lee, que originou o filme do mesmo título. Existem vários grupos como esse no Brasil e no mundo, vinculados a esse mesmo projeto. Em Alfenas, os responsáveis pelo grupo são: Amanda Dominciano (advogada) e Bárbara Mançanares (professora).

 

Copy link
Powered by Social Snap