Em matéria do jornal “Bom dia Cidade”, docente da UNIFAL-MG indica soluções para quem deseja quitar dívidas e iniciar o ano com o nome limpo

Neste ano, o número de brasileiros com dívidas atrasadas e com o CPF negativado aumentou. Para discutir o assunto, o economista e docente do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da UNIFAL-MG, Patrick Fontaine Reis de Araujo, participou de uma entrevista no jornal “Bom dia Cidade”, no dia 18/11, a fim de propor soluções àqueles que desejam terminar o ano com o nome limpo.

Em sua explicação, o professor salientou que o primeiro passo para quitar as pendências é entender a própria dívida, considerando o montante inicial, as taxas de juros que incidem sobre as parcelas e o montante final. “Eu costumo dizer que aquela pessoa que pegou emprestado R$1.000,00, mas já deve mais de R$2.000,00, deve tentar uma renegociação do montante. Aqueles que devem menos de 100% do montante inicial devem tentar uma redução dos juros que incidem sobre a dívida”, explicou.

De acordo com Patrick, ainda, o final do ano é o momento no qual as pessoas costumam se endividar mais. “Os custos tendem a subir, porque a demanda aumenta nesse período”, informou o professor, que recomendou a substituição dos produtos da ceia de Natal. “Evitar nozes e frutas vermelhas, que não são frutas da estação, dar preferência a frutas tropicais (abacaxi, limão, maracujá) e substituir o bacalhau por porco são algumas estratégias”, disse o docente, reafirmando que o novo ano traz gastos com a compra de material escolar e com o pagamento de mensalidades.

Confira a entrevista completa abaixo:

Disponível também no link: https://globoplay.globo.com/v/8095223/

*Milena Favalli Simão é estagiária da Diretoria de Comunicação Social da UNIFAL-MG

Copy link
Powered by Social Snap