UNIFAL-MG reúne graduandos e profissionais da saúde na 1ª edição do Curso de Verão em Cuidados Paliativos

Discentes da UNIFAL-MG e profissionais da área da saúde tiveram a oportunidade de participar, entre os dias 11 e 13/02, do 1° Curso de Verão em Cuidados Paliativos, organizado pela Liga Interdisciplinar de Cuidados Paliativos (LICP-UNIFAL-MG) e realizado na Sede da Universidade. Com o objetivo de disseminar o assunto, o curso contou com a presença de 50 participantes, que prestigiaram aulas teóricas e práticas sobre essa abordagem de cuidados, a qual busca garantir a qualidade de vida dos pacientes e de suas famílias frente a uma doença grave, por meio da prevenção e do alívio do sofrimento.

Segundo a equipe organizadora, constituída pelas professoras da Escola de Enfermagem, Ana Cláudia Mesquita Garcia e Isabelle Cristinne Pinto Costa, respectivamente coordenadora e coordenadora-adjunta do curso, bem como por alunos da LICP, a iniciativa foi uma oportunidade de aproximar a turma ao tema, uma vez que este, geralmente, não se insere nas grades curriculares como disciplinas obrigatórias.

Na opinião dos participantes, destacaram-se considerações sobre a importância do evento como forma de complementar os conhecimentos acadêmicos. “O curso de cuidados paliativos foi essencial para difundir o assunto, passar conhecimentos e despertar o interesse em quem ainda não o conhecia”, explicou Lucas Novaes, discente de Fisioterapia, ao elogiar a didática dos professores, os temas escolhidos e as dinâmicas em grupo feitas ao longo das aulas.

Para José Edson, graduando do curso de Enfermagem, participar das atividades foi uma oportunidade de ampliar tanto a sua formação profissional quanto pessoal. “O curso de verão representa, para o meu futuro profissional, a possibilidade de harmonia entre a minha atuação como enfermeiro e o entendimento de que os cuidados por mim executados serão destinados a um paciente, que acima de tudo é um ser humano detentor de vontades e de opiniões”, disse.

A universitária Geovanna Maria Isidoro, também discente do curso de Enfermagem, acrescentou que a vivência com a temática foi interessante para delinear aspectos dos cuidados paliativos que são essenciais para a prática clínica. “São questões que devem ser trabalhadas independente da ordem de serviço, pois estamos cuidando daquilo que é mais precioso e que dá sentido aos nossos dias: a vida de um ser humano. Todos os conhecimentos, por sinal muito bem administrados, me instigaram a uma experiência interior de reconhecimento e determinação, de forma a contribuir para meus cuidados como futura profissional de enfermagem”, finalizou.

*Milena Favalli Simão é estagiária da Diretoria de Comunicação Social da UNIFAL-MG

Copy link
Powered by Social Snap