UNIFAL-MG inicia participação no Projeto CUME; o estudo pesquisa ex-alunos de universidades mineiras para avaliar o impacto do padrão alimentar brasileiro no desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis

O Projeto “Coorte de Universidades MinEiras” (CUME) chega à UNIFAL-MG. O objetivo é conhecer e acompanhar as condições de alimentação e saúde dos estudantes egressos da universidade. As informações vão contribuir para formação de banco de dados com ex-alunos de graduação e pós-graduação das universidades do estado de Minas Gerais.

Mesmo pesquisando egressos das universidades federais, a proposta do CUME é avaliar o impacto do padrão alimentar brasileiro, de grupos de alimentos e fatores dietéticos específicos no desenvolvimento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) tais como diabetes, hipertensão, entre outras. O projeto surgiu da experiência dos professores Josefina Bressan (UFV), Helen Hermana Miranda Hermsdorff (UFV) e Adriano Marçal Pimenta (UFMG) como pesquisadores no estudo espanhol Seguimiento Universidad de Navarra (SUN), sobre a influência da dieta mediterrânea na saúde.

A pesquisa é dividida em duas etapas. Na primeira, o ex-aluno responde questões demográficas, socioeconômicas, bioquímicas e sobre o estilo de vida e, na segunda, aborda a frequência do consumo de alimentos e dos hábitos alimentares. “O egresso recebe um e-mail convidando-o para participar do projeto. No entanto, não é necessário aguardar o convite. O ex-aluno que tiver interesse pode se cadastrar no site  para receber o link do questionário”, explica Fernanda de Carvalho Vidigal, docente da UNIFAL-MG e pesquisadora do Projeto CUME.

Atualmente, o CUME conta com a participação de sete universidades federais. Além da UNIFAL-MG, participam do estudo os ex-alunos da UFV (Universidade Federal de Viçosa), UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto), UFLA (Universidade Federal de Lavras), UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora) e UFVJM (Universidade Federal dos Vales de Jequitinhonha e Mucuri).

O site para o cadastro de participação na pesquisa é www.projetocume.com.br. Atualizações e outras informações podem ser acompanhadas pelos perfis do projeto no Facebook (/projetocume), Instagram (@projeto_cume) e Twitter (@CumeProjeto).

Assista ao vídeo de apresentação do Projeto CUME:

Colaboração: Fernanda de Carvalho Vidigal, docente da Faculdade de Nutrição da UNIFAL-MG.

Copy link
Powered by Social Snap