Universitários de Medicina e Farmácia antecipam formatura; a solenidade de colação de grau foi realizada na sexta-feira (24)

O sistema de saúde brasileiro pode contar com três novos profissionais para o enfrentamento da pandemia da Covid-19.  A formatura dos novos graduados pela UNIFAL-MG, foi realizada em solenidade controlada e restrita no campus sede da Universidade, na sexta-feira (24), com a presença dos formandos e familiares.

A formatura acompanha ao disposto da Portaria nº 383, de 9 de Abril de 2020 do Ministério da Educação autorizando a colação de grau antecipada para alunos dos cursos de Medicina, Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia com o cumprimento de 75% da carga horária de internato médico ou estágio supervisionado. Esse foi o caso dos formandos Ana Paula Aparecida Dominicci, da Farmácia, e de Maicon Batista Novais, da Medicina que anteciparam a formatura em quase um semestre.

Maria Barbara de Carvalho, do curso de Farmácia, foi a juramentista da cerimônia.

Além de Maicon e Ana Paula, a solenidade contou com a formanda Maria Barbara de Carvalho, também do curso de Farmácia. Ela foi a juramentista da cerimônia e, diferentemente, dos colegas que solicitaram a antecipação, ela já havia cumprindo a carga horária total de estágio não precisando antecipar sua formatura.

Ana Paula Dominicci, graduada em Farmácia, está ansiosa e otimista com o futuro.

Para Ana Paula Dominicci, a antecipação será a oportunidade de atuar diretamente em ações de enfrentamento da pandemia e em outras atribuições da profissão de farmacêutico. “Estou ansiosa, porém, otimista com o futuro. Estar na UNIFAL-MG, no curso de farmácia, que não é um curso fácil, foi uma experiência incrível para mim”, completa.

Em seu discurso, o orador Maicon Maicon Batista Novais, resgatando o mito grego de Teseu, ressaltou a importância da Universidade na formação do profissional. “Como Teseu, nenhum herói nasce pronto, pois ele precisa da educação dos mestres e sábios durante toda sua jornada, justamente para inflá-lo de valores que serão utilizados durante as batalhas. Por isso, eu agradeço, do fundo da minha alma, a oportunidade de ter cursado uma universidade tão plural, rica de valores, de ensinamentos e de convivência que me serão úteis durante toda minha vida, principalmente, nesse momento que estamos vivendo”.

O vendedor autônomo, José Batista Novais, assistiu, emocionado, a formatura de seu filho Maicon Batista Novais.

O pai de Maicon, o vendedor autônomo José Batista Novais, assistiu à cerimônia. Emocionado, ele disse sentir um imenso orgulho do filho. “Ele chegou até aqui pelo esforço e pela força de vontade. É uma alegria para mim e para nossa família chegar até a formatura dele”, completou.

Para receber os formandos e familiares, a UNIFAL-MG montou uma estrutura diferenciada observando as medidas de prevenção à Covid-19 como distanciamento, mesas e microfones individuais, além da disponibilização de álcool 70% em gel e líquido, além de máscaras de proteção. Foi estipulado também um número máximo de quatro convidados por formando.

De acordo com a servidora Vanja Myra da Silveira, diretora do Departamento de Registros Gerais e Controle Acadêmico – DRGCA e responsável pela organização da formatura, as medidas foram necessárias para que a solenidade transcorresse dentro das normas de segurança. “A formatura é um momento único na vida do universitário. Um motivo de orgulho para eles, para os familiares e para os amigos. Por isso criamos um ambiente acolhedor e, ao mesmo tempo, seguro” explica.

O professor Sandro Amadeu Cerveira, reitor da UNIFAL-MG, presidiu a cerimônia de colação de grau.

O professor Sandro Amadeu Cerveira, reitor da UNIFAL-MG, presidiu a cerimônia de colação de grau. Se dirigindo diretamente aos formandos, o reitor ressaltou: “Vocês receberam uma formação de qualidade que vai permitir que atuem com competência, com sabedoria e com a ciência. E também, viveram a experiência de conviver com a diversidade de etnia, de orientação sexual e de pensamento político. Proporcionar essa vivência e oportunidade de conviver com diferentes pessoas é também um dever da Universidade”.

Ao se referir ao juramento prestado pelos formandos, o professor Sandro Cerveira explicou: “esse juramento chama a atenção das pessoas porque ele fala de direitos humanos, de erradicação da pobreza e da marginalização. Ele fala da busca de uma sociedade livre, justa e solidária. Isso poderia ter sido retirado de um livro bonito de autoajuda ou um compêndio filosófico, mas eu quero contar para vocês de onde nós tiramos esse juramento. Ele foi retirado da Constituição da República Brasileira, aprovada em 1988”.

O juramento geral dos cursos da UNIFAL-MG foi baseado nos objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil, presentes no artigo 3º da Constituição Federal.  De acordo com o reitor, esses objetivos refletem os motivos da existência do Estado brasileiro e são os balizadores do exercício da função pública e do exercício do ensino, da pesquisa e da extensão para construção de um país mais justo, livre e igualitário. “Se nós não tivermos esse compromisso, se nós não conseguirmos transmitir isso para os nossos estudantes, se nós, enquanto Universidade, não conseguimos levar isso a sério, nós não servimos para nada. Porque nós servimos como seres humanos para o bem dos seres humanos”, finalizou.

Antecipação das formaturas para estudantes dos cursos Medicina, Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia, é uma ação do Governo Federal para o combate da pandemia de Covid-19, considerando a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020 e a Medida Provisória nº 934, de 1º de abril de 2020.

Juramento dos cursos da UNIFAL-MG

Prometo, no exercício das funções do meu grau, ser fiel aos preceitos da ética, da liberdade e da diversidade.
Prometo respeitar e defender os direitos humanos buscando promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, etnia-raça, gênero, cor, orientação sexual e quaisquer outras formas de discriminação.
Prometo contribuir para o desenvolvimento nacional, para a erradicação da pobreza, da marginalização e para a superação das desigualdades sociais e regionais.
Por fim, prometo exercer minha profissão buscando como fim último a construção de uma sociedade livre, justa e solidária.

Copy link
Powered by Social Snap