Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados que apontam saldo anual negativo no sul de Minas foi tema do programa “Bate-Papo Van” da rádio Vanguarda com a participação de economista da UNIFAL-MG

Na segunda-feira (5), o quadro “Bate-Papo Van”, da Rádio Vanguarda FM (103,1), abordou  os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), que apresentou saldo anual negativo no Sul de Minas. O programa, mediado pelo jornalista Rodolfo de Souza, contou com a participação do professor de economia Marçal Serafim Candido, do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA), e o professor Guilherme Vivaldi, membro fundador do Grupo de Estudos Econômicos do Sul de Minas Gerais (GEESUL).

Para ilustrar seu pensamento, o professor Marçal comparou o Brasil com os  Estados Unidos, destacando que o problema brasileiro vai muito além da pandemia do Covid-19. Segundo ele, a falta de uma qualificação maior dos trabalhadores, falta de resposta mais rápida das empresas, a ausência de legislação mais flexível e a carência de incentivo para empreender, impactam diretamente o setor de empregos. O professor Marçal ainda destaca que o cenário mundial tem influência em nossa região e que é preciso tentar competir com esses outros países, justificando sua comparação.

“Você tem desemprego de um lado, mas tem empresário procurando e que não encontra. Essas coisas não se juntam. Será que nossos trabalhadores estão capacitados para essas vagas? Eu estou preparado para as novas demandas do mercado daqui 2, 5, 10 anos?” – completa o professor. O “Bate- Papo Van” ainda enfatizou a necessidade de uma parceria entre poder público, empresas e universidades, visando melhorar a renda e a qualidade de vida da população sul-mineira.

Ouça o “Bate-Papo Van”:

 

O vídeo do programa está disponível no Facebook da Rádio Vanguarda FM

Colaboração: Túlio Rabelo, estagiário de Comunicação Social da UNIFAL-MG Campus Varginha.

Copy link
Powered by Social Snap