Economista da UNIFAL-MG comenta demandas do setor moveleiro em 2020; falta de matéria-prima é um dos prejuízos para o setor

Como reflexo da pandemia, a falta de matéria-prima para fabricação de móveis foi o tema de uma das reportagens exibidas pelo jornal EPTV 2ª edição do dia 02/12, da qual participou o economista e professor do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da UNIFAL-MG, Fernando Batista Pereira.

Segundo ele, neste ano, o processo produtivo no setor moveleiro foi desarticulado. “Afinal, uma demanda muito peculiar foram as famílias das pessoas que fizeram o isolamento, que estão em home office, e precisaram comprar móveis para montar escritórios de trabalho”, explicou o docente. Outros fatores que prejudicaram a fabricação de móveis, segundo o Sindicato das Indústrias do Mobiliário e de Artefatos de Madeira no Estado de Minas Gerais (SINDIMOV-MG), foram o aumento do dólar frente ao real e a diminuição da importação de acessórios, bem como da atividade industrial que processa a madeira.

Confira a reportagem completa abaixo:

Disponível também no link: https://globoplay.globo.com/v/9070749/programa/?s=0s

Copy link
Powered by Social Snap