Reitor da UNIFAL-MG assume a presidência do Foripes para gestão 2021-2022; fortalecimento da comunicação e do diálogo com o governo e entidades de Minas Gerais estão na pauta da nova diretoria

“A defesa das políticas e ações para a valorização e fortalecimento das instituições públicas de ensino superior em Minas são a alma do Fórum. No atual cenário, essa defesa é ainda mais estratégica”, destacou o professor Sandro Amadeu Cerveira. (Foto: Ivanei Salgado/Dicom)

O Fórum de Dirigentes de Instituições Públicas de Ensino Superior de Minas Gerais (Foripes) está com nova diretoria para o biênio 2021-2022. A presidência foi assumida pelo professor Sandro Amadeu Cerveira, reitor da UNIFAL-MG, e a vice-presidência pela professora Lavínia Rosa Rodrigues, da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), e pelo professor Marcelo Bregagnoli, do Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS). A escolha da nova diretoria aconteceu em reunião do Foripes, no dia 01/12, realizada por webconferência.

De acordo com o novo presidente, o Foripes é uma articulação essencial para as instituições públicas de ensino superior de Minas Gerais na busca por recursos e no enfrentamento de questões que afetam a educação e a ciência no estado de Minas Gerais. “O diálogo com os parlamentares, estaduais e federais, na defesa da educação pública e a defesa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) são exemplos da efetividade do fórum”, destacou o reitor da UNIFAL-MG.

Profa. Lavínia Rosa Rodrigues, da UEMG, assumiu a vice-presidência do Foripes e ressalta o desafio e a responsabilidade de participar da direção. (Foto: Arquivo/UEMG).

Para a vice-presidente, Profa. Lavínia Rosa Rodrigues, compor a direção de uma organização como o Foripes, traz grandes desafios e responsabilidades. “Nosso propósito é dar continuidade ao que vimos construindo, de modo coletivo para o fortalecimento das instituições, destacadamente empenhados no debate sobre a autonomia, aliada ao esforço e comprometimento com a valorização da educação pública”. Segundo ela, o fórum tem se consolidado como importante espaço de reflexão, interação e cooperação entre as Universidades Federais e Estaduais e os Institutos Federais de Minas Gerais.

A “união entre as instituições” foi o ponto destacado pelo vice-presidente, Prof. Marcelo Bregagnoli, em relação ao Foripes e à nova direção. “Com as instituições unidas nós temos mais força junto aos parlamentares e, sobretudo, no diálogo com o governo”, explicou. O reitor do IFSULDEMINAS também destacou a importância de avançar na questão da isonomia entre as instituições na busca do bem coletivo, além de ampliar a interatividade, a participação e o reconhecimento do Fórum nas comunidades universitárias.

Entre as propostas, o novo presidente do Foripes antecipou o fortalecimento da comunicação e do diálogo com o governo estadual e com as entidades públicas e privadas de Minas Gerais para ampliar a percepção da importância estratégica da rede mineira de instituições públicas de ensino superior. “A capacidade instalada, a potência científica e a massa crítica das instituições mineiras é algo fenomenal e não pode ser ignorado no processo de desenvolvimento de Minas Gerais”, completou Sandro Cerveira.

O vice-presidente Marcelo Bregagnoli, do IFSULDEMINAS, destacou a importância da união entre instituições proporcionada pelo Foripes . (Foto: Arquivo/IFSULDEMINAS)

O professor Sandro Cerveira participa da atual gestão como vice-presidente. Sobre a presidência do Foripes, o reitor vê como um desafio que transcende a dimensão pessoal-profissional alcançando uma importância institucional para UNIFAL-MG. “A defesa das políticas e ações para a valorização e fortalecimento das instituições públicas de ensino superior em Minas são alma do Fórum. No atual cenário essa defesa é ainda mais estratégica”, finalizou.

O Fórum de Dirigentes de Instituições Públicas de Ensino Superior de Minas Gerais (Foripes) foi criado em 2003 e hoje é composto por dirigentes de 19 instituições. Integram o Foripes:  Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet–MG); Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG); Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG); Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais (IFSudesteMG); Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS); Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM); Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG); Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes); Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG); Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI); Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF); Universidade Federal de Lavras (UFLA); Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP); Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ); Universidade Federal de Uberlândia (UFU); Universidade Federal de Viçosa (UFV); Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) e Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM).

Copy link
Powered by Social Snap