Aumento das vendas nos supermercados não promove contratações temporárias no final de 2020; economista da UNIFAL-MG fala sobre o assunto

Em reportagem exibida no dia 1°/01, com participação do economista e professor do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da UNIFAL-MG, Fernando Batista Pereira, o jornal EPTV  1ª Edição repercutiu a alta das vendas do setor supermercadista em 2020 e a falta de contratações por empresários no final do ano.

De acordo com o docente, o setor tem perdido fôlego devido à redução do auxílio emergencial, prevista para janeiro, e ao fim do período de recebimento do seguro desemprego. Como consequência, segundo pesquisa da Associação Mineira de Supermercados, 62% dos empresários não fizeram nenhum tipo de reforço na mão de obra temporária.

“Um dos fatores que pode explicar a situação é o auxílio emergencial no final e em valor menor; houve uma queda na demanda de compra dos produtos. O segundo fator é o caso das pessoas que ficaram desempregadas por conta da crise”, explica.

Confira a reportagem completa abaixo:

Disponível no link: https://globoplay.globo.com/v/9145681/?s=0s

Copy link
Powered by Social Snap