Epidemiologista da UNIFAL-MG analisa estudo que aponta alta taxa de letalidade de Covid-19 em cidades pequenas

Um estudo da UNIFAL-MG coordenado pelo professor de epidemiologia Sinézio Inácio da Silva Júnior, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas, foi destaque no Jornal da EPTV 1ª Edição do dia 09/04. A pesquisa aponta para uma alta taxa de letalidade em cidades pequenas, como Luminárias, que se aproxima dos 10% de índice.

No início da participação, o professor diferenciou taxa de letalidade, relação entre número de mortes e número de doentes, e taxa de mortalidade, relação entre o número de mortes por Covid-19 e a população do município. Sobre a alta taxa de letalidade em Luminárias e outras cidades pequenas, o Prof. Sinézio Inácio salientou, como uma possível explicação para os índices, a demora no socorro dos pacientes, bem como o perfil destes, provavelmente idosos e/ou moradores da zona rural.

Em Extrema, cidade que apresentou diminuição no número de casos, o docente acredita que a população, já assolada pela pandemia, adquiriu imunidade e se beneficiou pela adesão à Onda Roxa. “Isso realmente tem que chamar atenção, porque as taxas de letalidade das menores e taxas de mortalidade das menores é significativamente maior do que entre aquelas dez maiores cidades em população do sul de Minas”, finalizou o epidemiologista. Ele também enfatizou a necessidade de se atribuir importância aos dados, os quais se referem à semana epidemiológica de 28/03 a 03/04.

Confira a reportagem completa:

Disponível no link: https://globoplay.globo.com/v/9423256/

Colaboração: Túlio Rabelo, estagiário de Comunicação Social da UNIFAL-MG campus Varginha

Copy link
Powered by Social Snap