Projeto de Extensão transforma conteúdos de artigos científicos na área de Cuidados Paliativos em vídeos curtos e divertidos para as mídias sociais; conheça e acompanhe o projeto “PaliAÇÃO: ciência fácil em audiovisual”, da UNIFAL-MG

O projeto “PaliAÇÃO: ciência fácil em audiovisual” é a nova proposta para a divulgação, em linguagem clara e acessível, de pesquisas na área de Cuidados Paliativos. Com o objetivo de disseminar o conhecimento científico a toda a população, o projeto disponibiliza vídeos no Instagram, TikTok e Youtube, a fim de abordar os estudos desenvolvidos por pesquisadores do Centro Interdisciplinar de Estudos em Cuidados Paliativos – CIECP, grupo coordenado pela professora Ana Cláudia Mesquita Garcia, da Escola de Enfermagem da Universidade, assim como pesquisas publicadas em renomados periódicos da área. Até o momento, a iniciativa já abordou a temática de necessidades espirituais de pacientes com câncer, com base no estudo Spiritual needs of patients with cancer in palliative care: an integrative review. 

Desenvolvida em etapas, a produção do conteúdo audiovisual se divide entre a seleção, a leitura e a discussão de um artigo com o qual os membros da Liga Interdisciplinar de Cuidados Palativos (LICP/UNIFAL-MG) trabalharão. “Posteriormente, nos reunimos virtualmente para decidir como traduziremos os pontos principais em vídeos curtos e descontraídos, pois nossa intenção é não deixar que o conhecimento científico fique restrito a um reduzido número de pessoas, geralmente os próprios pesquisadores que desenvolveram a pesquisa e seus pares”, contou a professora Ana Cláudia Mesquita à Dicom.

Segundo a docente, a intenção é produzir pelo menos um vídeo a cada 15 dias, considerando o tempo necessário para a definição e a análise do artigo a ser explorado. “Assim, além de tornar o conhecimento produzido mais acessível a todos, uma vez que as mídias sociais têm sido utilizadas não só para fins de entretenimento, mas também para fins profissionais e de busca de informações, o projeto pode contribuir para o desenvolvimento de habilidades de comunicação científica entre os discentes que participam desta ação”, destacou a professora.

Atualmente, os membros do projeto são discentes dos cursos de Enfermagem e Farmácia que compõem a LICP. Entre eles, estão as universitárias Nathália Gomes, graduanda de Farmácia, e Geovanna Maria Isidoro, de Enfermagem, que se mostraram empolgadas em relação ao projeto. “Logo quando foi apresentado, percebi que o desenvolvimento das atividades possibilitaria oportunidades intimamente relacionadas com o acesso à informação de qualidade de uma maneira simples e interativa”, iniciou a discente Geovanna Isidoro, para quem a ação é inovadora no meio científico e acadêmico. “Afinal, ele permite troca de experiências, novos olhares sobre Cuidados Paliativos e comprometimento com a prática baseada em evidências. Sinto que o projeto tende a crescer e a se disseminar de maneira rápida e positiva pelas redes sociais”, completou.

Para a discente Nathália Gomes, a iniciativa, com a qual ela se identificou logo de início, é uma oportunidade de desenvolvimento por meio da gravação de vídeos interativos. “Estou muito empolgada com esse novo projeto, espero aprender e adquirir conhecimentos para a minha formação profissional e pessoal”, finalizou.

Confira alguns dos vídeos já produzidos abaixo:

Para acompanhar o conteúdo publicado, siga o Instagram da LICP (@licp_unifalmg) e da professora Ana Cláudia Mesquita Garcia (@ana_claudia_mg), que também apresenta vídeos divertidos sobre autocompaixão e saúde mental na pandemia.

 

Copy link
Powered by Social Snap