Epidemiologista da UNIFAL-MG fala sobre aumento de casos de Covid-19 após feriados que registram aglomerações em locais fechados e destaca a alta transmissibilidade da nova variante

No dia 18/05, o professor Sinézio Inácio da Silva Júnior, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNIFAL-MG, comentou o crescimento de casos de Covid-19 após o dia das mães, em participação no jornal da EPTV 1ª Edição e 2ª Edição. As aglomerações entre familiares, a aproximação em locais fechados por tempo prolongado, devido ao frio, e a transmissibilidade da variante foram alguns dos temas salientados pelo docente. 

Segundo ele, é comum haver aumento de casos após feriados. “E a  taxa de transmissão é calculada em relação à população total, só que tem um outro número que alimenta essa taxa de transmissão, que é chamado o contágio dos contatos imediatos que a pessoa tem. Imediatamente, nós convivemos com quem? Com os nossos familiares. Quando nós temos essas datas que aglomeramos pessoa da própria família por um tempo prologando, […] isso acelera a transmissão”, explicou.

Como mutações estão em circulação, o Prof. Sinézio Inácio comentou que, mesmo com os cuidados tomados anteriormente, a facilidade com que a variante nova se transmite pode chegar a ser 100% a mais, por isso a importância de medidas redobradas de prevenção.

Na oportunidade, o professor também falou sobre as vacinas. “Nós temos que dar o tempo de as vacinas funcionarem para proteger as pessoas mais vulneráveis de formas graves e da morte e nos proteger do contágio. Mesmo pessoas vacinadas, elas podem, sem sintomas, estar com uma certa carga viral no organismo e transmitir para outros”, salientou.

A preocupação, agora, é quanto ao feriado de Corpus Christi.

Confira as participações completas abaixo:

EPTV 1ª Edição

Disponível no link: https://globoplay.globo.com/v/9525269/

EPTV 2ª Edição

Disponível em: https://globoplay.globo.com/v/9526650/

Copy link
Powered by Social Snap