Próximos três meses são estratégicos para o enfrentamento à Covid-19, salienta epidemiologista da UNIFAL-MG em jornais da região

No dia 26/05, em participação nos jornais Bom Dia Cidade e EPTV 1ª Edição, o professor Sinézio Inácio da Silva Júnior, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNIFAL-MG, falou sobre o ritmo acelerado de contaminações por Covid-19 no sul de Minas Gerais, região que ultrapassou a marca de 200 mil casos confirmados. Na oportunidade, o docente mencionou a fala do secretário estadual de saúde, que também concedeu entrevista ao jornal da EPTV 1ª Edição na quarta-feira.

Segundo o epidemiologista da UNIFAL-MG, a medida mais inteligente foi e é sempre conter novos casos. “Mas agora já temos o acúmulo de mais de uma semana, 8 dias, com uma tendência de crescimento. Na segunda-feira, dia 24/05, nós tivemos um novo recorde de média móvel semanal: 1.657 casos”, contou. Entre os motivos para esses dados, o docente destacou fatores como relaxamento de medidas mais restritivas e a lentidão no processo de vacinação.

“Além disso, se a gente observar, no início da onda roxa e um pouco depois, o sul de Minas tinha um dos menores índices de isolamento social. Isso, sem dúvida nenhuma, favorece esse contágio”, completou o professor, para quem os próximos três meses são estratégicos, assim como para o secretário estadual de saúde, Fábio Bacheretti. “Cabe lembrar que vamos entrar numa época de frio, em que outros vírus de infecções respiratórias tendem a circular. A vacinação, nesse tempo, espera-se que avance em relação às pessoas mais jovens, que mais circulam e mais podem transmitir e manter esse ritmo”, disse.

Confira as participações completas abaixo:

Bom Dia Cidade 

Disponível em: https://globoplay.globo.com/v/9547351/

EPTV 1ª Edição

Disponível em: https://globoplay.globo.com/v/9547953/

Copy link
Powered by Social Snap