Dados sobre queda de adesão ao isolamento social geram preocupações; docente da UNIFAL-MG reforça importância das medidas de prevenção no combate à Covid-19

Segundo pesquisa divulgada pelo DataFolha, o isolamento social chegou ao nível mais baixo durante a pandemia, atingindo o total de 28%. Para comentar o assunto, o professor de epidemiologia Sinézio Inácio da Silva Júnior, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNIFAL-MG, participou do jornal da EPTV 2ª Edição do dia 25/5, de modo a reiterar a necessidade do distanciamento social na luta contra a Covid-19.

Como afirmou o professor, para que as medidas de prevenção tenham efeito significativo contra o contágio, o índice de isolamento precisa estar entre 60% e 65%. “Essa falta de isolamento social é extremamente preocupante […]. E as pessoas têm uma ideia de que a vacina é 100% eficaz contra o espalhamento da doença, mas isso não é verdade”, comentou.

Na oportunidade, o docente também falou sobre a transmissão do vírus entre os jovens.

Confira a reportagem completa abaixo:

Disponível no link: https://globoplay.globo.com/v/9546066/

Colaboração: Túlio Rabelo, estagiário de Comunicação Social da UNIFAL-MG campus Varginha

Copy link
Powered by Social Snap