Jornal repercute medida adotada pela UNIFAL-MG contra práticas de assédio ou importunação sexual, racismo, apologia ao racismo e injúria racial, bullying e cyberbullying e discriminação por sexo ou orientação sexual

No dia 17/6, a TV Plan repercutiu a inclusão, no Regimento Geral da UNIFAL-MG, de normativa contra práticas de assédio ou importunação sexual, racismo, apologia ao racismo e injúria racial, bullying e cyberbullying e discriminação por sexo ou orientação sexual, instituída pela Resolução nº 13, de 10 de maio de 2021, do Conselho Universitário (Consuni), por estudantes da Universidade. A reportagem contou com a participação do vice-diretor do campus Poços de Caldas, Osvaldo Adilson de Carvalho Junior, professor do Instituto de Ciência e Tecnologia da UNIFAL-MG, e da discente Ana Luísa Cauvila.

De acordo com o Prof. Osvaldo Carvalho, a normativa oficializa medidas já determinadas por leis federais. “Como estamos numa Universidade, temos ações e atividades que trabalham o conhecimento para tentar reduzir esse tipo de atitude hostil dentro da Universidade. A ideia não é que o aluno tenha somente medo de fazer isso pela normativa, a UNIFAL-MG tem essas atividades de trabalho para que os alunos entendam que agressão não é o caminho”, disse.

Para a universitária Ana Luísa Cauvila, a medida é necessária contra a impunidade. “Fazer isso é muito importante para que torne a Universidade um local seguro e acolhedor para as pessoas que sofrem discriminação diariamente. Isso vai ajudar a Universidade a formar não só bons profissionais na área de atuação, mas também bons cidadãos que saibam reconhecer e respeitar as diferenças”, destacou.

Confira a reportagem completa abaixo:

Disponível no link: https://youtu.be/EQnEHyyUGJs

Copy link
Powered by Social Snap