Intestino Delgado

O intestino delgado possui a estrutura de parede típica dos órgãos do tubo digestivo, formada pelas seguintes camadas: mucosa, submucosa, muscular e serosa. A  mucosa intestinal é caracterizada por apresentar vilosidades intestinais, que são projeções alongadas da mucosa em direção ao lúmen, e é revestida por um epitélio cilíndrico simples, onde se observam células absortivas e células caliciformes. As células absortivas são células colunares altas, com núcleo oval na porção basal, sendo que no ápice de cada célula há a formação da borda em escova formada pelo conjunto de microvilosidades e glicocálix. As células caliciformes estão distribuídas entre as células absortivas. Estas células apresentam grânulos contendo mucina, no seu citoplasma apical. A lâmina própria é composta por tecido conjuntivo frouxo, onde se observa presença das glândulas tubulares simples denominadas Criptas de Lieberkuhn. A mucosa é separada da submucosa pela camada muscular da mucosa, constituída por fibras musculares lisas. A submucosa é constituída de tecido conjuntivo denso e apresentam grupos de glândulas tubulares enoveladas ramificadas, as glândulas duodenais (glândulas de Brunner), cujas células secretam um muco alcalino. A camada muscular é bem desenvolvida e composta de uma camada circular interna e outra camada longitudinal externa de músculo liso. Revestindo externamente o órgão, há a membrana serosa, uma fina camada de tecido conjuntivo recoberta por um epitélio pavimentoso simples ou mesotélio.

Intestino delgado em aumento de 5x. Em 1, observa-se a camada mucosa; em 2, a camada submucosa; em 3, a camada muscular. A coloração utilizada foi azul de Toluidina.

Intestino delgado em aumento de 10x. Em 1, observa-se a camada mucosa; em 2, a camada submucosa; em 3, a camada muscular. A coloração utilizada foi azul de Toluidina.

 

 

 

 

 

 

 

 

Intestino delgado em aumento de 20x. Em 1, observa-se as criptas de Lieberkunh; em 2, a muscular da mucosa; em 3, a região da submucosa; em 4, a camada muscular. A coloração utilizada foi azul de Toluidina. 

Intestino delgado em aumento de 40x. Em 1, observa-se a lâmina própria ; em 2, o epitélio cilíndrico simples; a seta mostra uma célula caliciforme e o retângulo indica a borda em escova. A coloração utilizada foi azul de Toluidina.