Língua

A superfície dorsal da língua é revestida por um epitélio pavimentoso estratificado queratinizado, apoiado sobre uma lâmina própria bastante vascularizada, constituída de tecido conjuntivo denso. Logo abaixo da lâmina própria se observa feixes musculares estriados esqueléticos seccionados em todas as direções, entremeados com quantidade variável de tecido adiposo e tecido conjuntivo onde se observam grandes quantidades de mastócitos, que são células globosas, com o citoplasma repleto de grânulos e com núcleo esférico central. A face ventral da língua é caracterizada por apresentar um epitélio pavimentoso estratificado não queratinizado, apoiado em lâmina própria conjuntiva rica em vasos sanguíneos mais calibrosos. A superfície ventral (inferior) da língua é lisa, enquanto a superfície dorsal é irregular, apresentando projeções da mucosa denominadas, papilas linguais.