Tecido Cartilaginoso

O tecido cartilaginoso é um modo especialista de tecido conjuntivo apresentando certa rigidez. Exerce algumas funções como apoio de tecidos moles, envolve superfícies articulares, em que absorve choques, e auxilia o deslizamento dos ossos nas articulações. A cartilagem é fundamental para o desenvolvimento dos ossos longos, na vida intrauterina e após o nascimento. Assim como outros tipos de tecido conjuntivo, o tecido cartilaginoso compõe-se de células, como os condroblastos e os condrocitos. Os condroblastos são as células jovens, eles irão sintetizar todos os componentes da matriz extracelular ( colágeno tipo II, glicosaminoglicano, proteoglicano, glicoproteína de adesão).

O tecido cartilaginoso não possue vasos sanguíneos, assim são nutridos pelos capilares circundantes (pericôndrio). As cartilagens que envolvem a superfície dos ossos nas articulações móveis não possuem pericôndrio, assim recebem os nutrientes do líquido sinovial das cavidades articulares. Em alguns casos, vasos sanguíneos transpassam as cartilagens, seguindo para nutrir outros tecidos. O tecido cartilaginoso também é insento de vasos linfáticos e de nervos.

Ao passo que as inúmeras necessidades funcionais do organismo, as cartilagens, se diferenciam em três tipos: cartilagem hialina, sendo esta a mais comum e da qual a matriz contém delicadas fibrilas compostas principalmente de colágeno tipo II; cartilagem elástica, possuem poucas fibrilas de colágeno tipo II e fartas quantidades de fibras elásticas; e cartilagem fibrosa, que apresenta matriz constituída de forma prevalente de fibras de colágeno tipo I.

As cartilagens (exceto as articulares e a cartilagem fibrosa) são circundados por uma bainha conjuntiva que ganha o nome de pericôndrio, assim continua gradualmente com a cartilagem por uma face e com o conjuntivo ao lado pela outra. O pericôndrio possuem vários nervos, vasos sanguíneos e vasos linfáticos.

Nesta sessão de tecido conjuntivo encontrarmos 2 tecidos/laminas diferente. São elas:

  • Cartilagem hialina

Lamina de traqueia: Cartilagem Hialina.
Aumento de 40x. Corado em Azul de Toluidina.
Os círculos apresentam os condrócitos que estão aprisionados em uma matriz no interior de lacunas.

  • Cartilagem fibrosa/Fibrocartilagem

Lamina de Rabo de camundongo: Cartilagem fibrosa/Fibrocartilagem.
Aumento de 10x. Coloração picrosírius+hematoxilina.
Circulado em 1 temos o núcleo pulposo, ao redor do núcleo pulposo circulado em 2 observamos o anel fibroso, e as células apontadas pela setas, vemos condrócitos (em zona de repouso).

Referências:

JUNQUEIRA, Luiz Carlos Uchoa. Histologia básica I L.C.Junqueira e José Carneiro.12 .ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013.

KIERZENBAUM, Abraham L. Histologia e Biologia Celular: uma introdução à patologia. Revisão científica. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008