Alunos do curso de Fisioterapia realizam ação de educação em saúde sobre prevenção de quedas

Nos dias 15 e 24/04, foi realizada a atividade de Educação em Saúde sobre “Prevenção de Quedas na Estratégia de Saúde da Família (ESF)”, pelos alunos do curso de Fisioterapia da UNIFAL-MG, com a supervisão dos professores do Instituto de Ciências da Motricidade, Anderson Martins e Lucas Teixeira, nos bairros Pinheirinho e Santa Clara em Alfenas. As ações foram realizadas em salas de espera com os usuários e com a equipe de saúde da unidade, nos grupos de práticas corporais e atividades físicas, bem como nos atendimentos domiciliares realizados pelos estagiários.

As atividades na sala de espera incluíram a transmissão de dois vídeos disponibilizados pelo “Papo Saúde”, do programa Telessaúde SC – promovido pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em parceria com o governo estadual -, discussão do tema e distribuição de cartilhas sobre como prevenir quedas. Já durante os atendimentos domiciliares, os estagiários apontaram e discutiram com os usuários ou cuidadores/familiares sobre dicas de possíveis modificações e cuidados necessários.

De acordo com o Prof. Anderson, realizar ações de Educação em Saúde na Atenção Primária à Saúde é muito importante, uma vez que atinge a vida cotidiana das pessoas e leva compreensão dos condicionantes no processo saúde-doença, oferecendo subsídios para a adoção de novos hábitos e condutas. “A Educação em Saúde é um meio de produzir e trocar conhecimentos, de modo que as informações absorvidas tenham um poder transformador na comunidade, atribuindo aos indivíduos a capacidade de desenvolver uma visão crítica dos problemas de saúde e agir junto com os profissionais para saná-los”, afirmou.

O tema escolhido surgiu devido ao grande número de idosos na região e o alto número de casos atendidos em virtude de quedas. “O domicílio é o local de maior ocorrência de quedas de idosos. Dessa forma, orientá-los sobre os riscos e adaptações que podem ser realizadas, assim como toda a população, familiares e cuidadores, é algo necessário e importante”, disse o Prof. Anderson.

Ainda segundo ele, para os alunos a experiência em realizar esse tipo de ação em comunidade, fortalece o entendimento da relevância de sempre educar os usuários sobre a sua saúde e além da necessidade para a qual ele buscou ajuda.

Fotos: Arquivo pessoal Anderson Martins Silva

Colaboração: Anderson Martins Silva, professor do Instituto de Ciências da Motricidade da UNIFAL-MG

Copy link
Powered by Social Snap