Integrantes do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem se reúnem para apoiar Campanha Nursing Now Brasil

O Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGENF) da UNIFAL-MG participou oficialmente como apoiador da Campanha Nursing Now, em evento realizado na tarde da última quarta-feira (24/04). Os participantes do programa se reuniram para acompanhar a cerimônia de abertura da campanha no Brasil, na sede da Fiocruz em Brasília, por meio de transmissão ao vivo na sala O-307, na Sede da Instituição.

A cerimônia contou com a participação de cientistas e líderes mundiais que palestraram, além dos discursos da coordenadora da campanha no país, Profa. Isabel Amélia Costa Mendes, que enfatizou que “mais de 60% dos profissionais de saúde pertencem à categoria”, afirmando ainda que “o total de enfermeiros no mercado de trabalho passa de 2 milhões”. Já o Ministro da Saúde, Luís Henrique Mandetta, falou sobre a importância da área: “o SUS depende dos enfermeiros, eles são essenciais para a reorganização da saúde básica no Brasil e o pulmão da saúde primária brasileira”.

O Nursing Now é uma iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Conselho Internacional de Enfermeiros (ICN) que visa capacitar os enfermeiros para assumirem papel central no enfrentamento dos desafios de saúde do século XXI à nível global. Tendo como sua embaixadora a Duquesa de Cambridge, Kate Middleton, a campanha objetiva aumentar a influência dos enfermeiros e maximizar suas contribuições para garantir que todos tenham acesso à saúde e aos cuidados em saúde até 2020. O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e o Centro Colaborador da OPAS/OMS para o desenvolvimento da Pesquisa em Enfermagem são os responsáveis pela implementação do programa no Brasil.

Até o final de 2020, a campanha tem como objetivo alcançar:

  • Maior investimento na educação, desenvolvimento profissional, normas, regulação e melhores condições de emprego para enfermeiros;
  • Todos os países possuindo planos para desenvolver enfermagem e obstetrícia, além de investimentos para a área;
  • Mais enfermeiros, melhores treinamentos e empregos, com claro progresso na eliminação do déficit global de 9 milhões de enfermeiras e parteiras até 2030;
  • Maior e melhor disseminação de práticas eficazes e inovadoras em enfermagem;
  • Maior influência para enfermeiras e parteiras na política de saúde global e nacional, como parte de esforços mais amplos para garantir que as forças de trabalho da saúde estejam mais envolvidas na tomada de decisões;
  • Pelo menos 75% dos países com um(a) Chefe de Enfermagem do Governo como parte de sua equipe de gerenciamento sênior em saúde.

O curso de enfermagem da UNIFAL-MG oficialmente apoiará no cumprimento destas metas por meio da formação de profissionais na prática clínica e de mestres de alta qualidade. Além disso, a Instituição também desenvolve projetos de pesquisa como estratégia de implementação da prática baseada em evidências, que serão aplicados na saúde como devolutiva à sociedade em prol da qualidade da assistência e excelência da Enfermagem.

Colaboração: Camila Mendonça de Moraes

Copy link
Powered by Social Snap